Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Campus Alenquer

Criado em 11 de Março de 2021 às 11:00

Cerimônia virtual marca inauguração do prédio do Campus Alenquer


Ato simbólico em formato de “drive thru” surpreendeu a comunidade acadêmica

O lockdown decretado pelo governo do estado do Pará dois dias antes da inauguração do prédio-sede do Campus da Ufopa em Alenquer impôs formato diferenciado à cerimônia ocorrida na manhã desta segunda-feira, 1º de fevereiro, com transmissão ao vivo pelo canal Encontro das Águas (Procce) no YouTube. Emoção, um tour pelo prédio e a surpresa do descerramento simbólico da fita de inauguração, em formato de drive thru, marcaram o evento online. Em algumas horas, o vídeo da cerimônia, que durou cerca de três horas, já havia tido mais de 1.100 visualizações.

A solenidade foi mediada pela vice-reitora da Ufopa, Aldenize Xavier, e pelo pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Rogério Cruz. O vice-diretor do Campus Alenquer, Igor Leite, e o presidente do Fórum de Diretores de Campi e também atual diretor do Campus Itaituba, Luamim Tapajós, deram as boas-vindas aos cerca de 200 participantes que assistiram à cerimônia remotamente, entre eles professores, diretores de unidades acadêmicas e administrativas, da sede e dos campi fora de sede. Alguns enviaram mensagens, que foram lidas ao vivo, parabenizando a inauguração.

Apesar de descontraída, a cerimônia teve uma breve mesa de abertura que foi composta pelo reitor da Ufopa, Hugo Diniz; pela vice-reitora e presidente do Comitê Gestor de Obras (CGO), Aldenize Xavier; pelo superintendente de Infraestrutura (Sinfra), Vitor Viana; pela diretora do Campus Alenquer, Jorgiene Oliveira; pelo representante dos técnicos-administrativos, Robson Guimarães; e pela representante discente, Joanilse Simões (turma 2017). Todos foram unânimes em ressaltar a importância do ato para a educação superior na cidade de Alenquer.

Emocionado, o reitor Hugo Diniz reafirmou “a decisão de estar comprometido com a missão da universidade”: “Nós servidores da Ufopa estamos decididos a não parar. Isso não significa que está tudo bem. Não, não está tudo bem. Estamos perdendo vidas”. E completou: “Este prédio está do jeito que está por muito empenho da equipe Cale, alunos e servidores. Por isso, quero agradecer porque todos tiveram envolvimento para estarmos aqui. Lembro dos ‘peões de obra’. Não está tudo bem, perdemos a metade da área que tínhamos em Alenquer, não conseguimos garantir o terreno para Monte Alegre. Ainda temos um caminho grande [a percorrer]. Estamos no limite, mas optamos por ser esperança, colocamos um sorriso no rosto, mas não significa que está tudo bem. Estamos em lockdown. Eu estava ontem em Alenquer, cancelamos tudo, mas estamos aqui por uma decisão. Nós decidimos colocar um sorriso no rosto e decidimos que não vamos ser vítimas dessa pandemia, vamos ser protagonistas". Agradeceu o esforço da professora Aldenize por conduzir a construção “em tempos de pandemia” e finalizou, sem conter as lágrimas, anunciando a próxima inauguração: “Será o prédio do Campus Juruti”.

A diretora do Campus Alenquer, Jorgiene Oliveira, relembrou os esforços feitos para a instalação do curso regular da Ufopa na cidade, citando os ex-reitores Prof. Seixas Lourenço e Profa. Raimunda Monteiro, que iniciaram o processo que culminou com a construção do prédio; lembrou ainda os diretores que já estiveram à frente do campus. “Esta manhã está marcada em nossa memória. Alenquer sonhou, sonhou com o dia em que seria presenteada com uma universidade pública, mas também trabalhou para transformar seu sonho em realidade”, disse emocionada. “Os estudantes de ensino fundamental e médio de Alenquer já têm professores e professoras formados pela Universidade Federal do Oeste do Pará, e isso deixa a instituição orgulhosa, com a certeza que seu dever começará a ser cumprido nesta cidade”, concluiu, sem também conter as lágrimas.

Inauguração drive thru - A comunidade acadêmica foi incluída por meio do sistema de drive thru. Um dia antes do lockdown, o reitor visitou alunos, técnicos e professores, e, respeitando as medidas de biossegurança, fez um descerramento simbólico da fita de inauguração. Tudo foi gravado e editado em um vídeo exibido no final da cerimônia.

Uma das pessoas que receberam o reitor na porta de casa foi a assistente em administração Marilza Sousa Cioffi. Com quase dez anos de Ufopa, ela disse que já vivenciou muitas emoções no trabalho, incluindo o processo de desocupação do terreno onde foi construído o prédio que está sendo inaugurado. Por ter ficado muito tempo vazio, foi ocupado por famílias que até já haviam construído casas no local. Mas nenhuma, ela disse, se comparou à visita inesperada do reitor em sua casa. “Poder compartilhar desse momento único, desfazendo simbolicamente o laço inaugural do prédio do Campus Alenquer, que ocorreu de forma online, em razão da Covid-19, é muita emoção. Só tenho a dizer: muito obrigada, Prof. Hugo Diniz, pelo grau de importância dado a toda a comunidade acadêmica, que está sendo agraciada com este ato”. E completou: “Viva a Ufopa!”.

Direto de Brasília – Participaram também da cerimônia virtual os deputados federais paraenses Airton Faleiro (PT) e Nilson Pinto (PSDB), que tiveram papel relevante na liberação de verbas para a Ufopa por meio de emendas parlamentares. O reitor da Ufopa fez questão de agradecer os recursos e ressaltar a importância dessas emendas para as ações da universidade.

Acesse o link abaixo e veja a cerimônia na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?app=desktop&v=DesoA0EEZEE

Lenne Santos – Comunicação/Ufopa

01/02/2021

Hugo Diniz e Jorgiene Oliveira fazem descerramento simbólico da fita de inauguração, um dia antes do lockdown. Foto: Arquivo pessoal.

Ato simbólico em formato de “drive thru” surpreendeu a comunidade acadêmica