Você está aqui: Página Inicial Notícias 2014 Fevereiro CFI entrega certificados de especializações Lato Sensu

CFI entrega certificados de especializações Lato Sensu

CFI entrega certificados de especializações Lato Sensu

Reitora Raimunda Monteiro durante a cerimônia - 21/2/2014 - Foto: Milly Pontes

Os primeiros 25 concluintes que tiveram formação interdisciplinar em nível de pós-graduação lato sensu na UFOPA receberam, no dia 21, no Auditório do Anexo do Câmpus Amazônia, os certificados de conclusão nos cursos de Sociedade, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável na Amazônia (SMDA) e Ensino Interdisciplinar das Ciências e Meio Ambiente (Interciências). Na cerimônia, presidida pela reitora Raimunda Monteiro, estiveram presentes: o diretor do Centro de Formação Interdisciplinar (CFI), Prof. Dr. Andrei Morais; o diretor de Registro e Avaliação Acadêmica (DRA), Edson Almeida; e a coordenadora em exercício da especialização em SMDA, Prof. Dra. Helionora Alves.

A reitora, que ministrou a aula inaugural do curso SMDA junto com o Prof. Podalyro Neto, lembrou daquela ocasião. “Hoje, observando os temas das monografias, eu tenho orgulho de ter participado da aula inaugural do curso SMDA, pois percebo que, naquele momento, estávamos contribuindo para a formação das monografias de vocês”, avaliou a reitora, ressaltando ainda a relevância do conjunto dos estudos para a formação de um banco de dados de conhecimento científico sobre a região.

Matemática para o meio ambiente

Com uma diversidade de temáticas transversais, os objetos de estudo das monografias de ambas as especializações abordaram desde aspectos econômicos de atividades agroextrativistas até o levantamento do potencial turístico da comunidade Pajuçara, em Santarém.

Em um desses trabalhos, os saberes matemáticos e estatísticos foram unidos aos aspectos e dinâmicas ambientais da região para a previsão de chuvas no município de Belterra. A monografia foi elaborada por Washington Luiz Godinho da Silva, cujo tema é “Avaliação da Precipitação Pluviométrica de Belterra via modelo de Box e Jenkins”. “Usando os dados do INMET, construímos um modelo estatístico para a previsão de chuvas, e com esses dados trabalhados eu posso fazer uma previsão de chuvas e também fazer uma comparação com o índice de um período chuvoso anterior”, explica o matemático Washington Silva.

Talita Baena – Comunicação/UFOPA

24/2/2014