Você está aqui: Página Inicial Notícias 2016 Março Ufopa organiza grupo de estudo para avaliação dos impactos do projeto do porto no Maicá

Ufopa organiza grupo de estudo para avaliação dos impactos do projeto do porto no Maicá

Ufopa organiza grupo de estudo para avaliação dos impactos do projeto do porto no Maicá

Pe. Guilhermo Grisales aborda os impactos a serem causados na área do Maicá. Foto: Karen Santos.

Um grupo interdisciplinar de professores da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) começou a reunir-se com o objetivo de desenvolver um plano de trabalho para avaliação dos estudos relacionados aos impactos ambientais do projeto de construção de um porto no lago do Maicá, em Santarém.

A reitora da Ufopa, Raimunda Monteiro, enviou documento ao Ministério Público Federal manifestando o interesse da instituição em participar do processo de análise dos impactos, considerando a importância da discussão e o papel da Universidade no processo de desenvolvimento da região.

O grupo de professores é formado por mestres e doutores em diversas áreas do conhecimento abrangidas pelo Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA), Instituto de Biodiversidade e Florestas (Ibef), Instituto de Engenharia e Geociências (IEG) e Instituto de Ciências da Sociedade (ICS). Em um primeiro momento, o estudo será direcionado à avaliação do estudo de impacto ambiental, divulgado no sítio da Secretaria de Meio Ambiente do Pará (EIA: http://www.semas.pa.gov.br/documentos/estudos-de-impacto-ambiental/, RIMA: http://www.semas.pa.gov.br/documentos/relatorio-de-impacto-ambiental/).

A organização desse grupo atende à demanda apresentada por instituições da sociedade civil de Santarém. Entre essas organizações estão: cinco associações de moradores da área do Maicá, Terra de Direitos, Fundação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase), Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém, Colônia de Pescadores Z-20, União das Entidades Comunitárias de Santarém (Unecos), Federação das Associações de Moradores e Organizações Comunitárias de Santarém (Famcos), Federação das Organizações Quilombolas de Santarém, Sociedade para Pesquisa e Proteção do Meio Ambiente (Sapopema), Pastoral Social e Cáritas da Diocese de Santarém.

Rosa Rodrigues - Reitoria/Ufopa

11/3/2016