Você está aqui: Página Inicial Notícias 2017 Janeiro BI em Saúde Coletiva debate a humanização no atendimento

BI em Saúde Coletiva debate a humanização no atendimento

BI em Saúde Coletiva debate a humanização no atendimento

Ilustração: Divulgação

As psicólogas Eloísa Barros e Gabriela Fortes são as convidadas da mesa-redonda "Humaniza tu, Humaniza Eu: a importância da humanização no acolhimento ao usuário", que ocorrerá no dia 10 de março, das 19h às 21h, no auditório Wilson Fonseca, na Unidade Rondon da Ufopa. O evento, promovido pelo SINT (Seminário Integradores) do curso de Bacharelado Interdisciplinar em Saúde Coletiva, é voltado para servidores e acadêmicos da Ufopa e outras instituições, e pretende discutir o conceito e a política nacional de humanização no atendimento dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), integrando a comunidade acadêmica com os profissionais do SUS.

A humanização no acolhimento ao usuário é um tema que envolve profissionais, gestores e usuários em todo o país, e segundo uma das organizadoras, Rosani Santos Sousa, as questões abordadas “dão créditos à mudança no modelo de atendimento existente hoje, e a realização da mesa-redonda busca dar formação de vínculo entre os profissionais e usuários, e que ambos possam compreender a importância do atendimento humanizado”, acredita.

Perfil das palestrantes

Eloísa Amorim de Barros é psicóloga e membro da Comissão de Psicologia e Relações Raciais do Conselho Regional de Psicologia (CRP 03) e também do Núcleo ABRAPSO (Associação Brasileira de Psicologia Social) de Santarém.

Gabriela Noronha Fortes é especialista em Avaliação Psicológica e Neurológica pelo HCFMUSP; mestre em Ensino em Saúde na Amazônia (UEPA); coordenadora do Serviço Psicossocial do HRBA; psicóloga da Casa da Criança no Hospital Municipal; docente de Humanas Médicas do curso de medicina da UEPA e psicóloga hospitalar/neuropsicóloga/psicanalista.

Talita Baena – Comunicação/Ufopa

7/3/2016