Você está aqui: Página Inicial Notícias 2017 Outubro Ufopa reinaugura Laboratório de Sementes Florestais

Ufopa reinaugura Laboratório de Sementes Florestais

Ufopa reinaugura Laboratório de Sementes Florestais

Foto: Rosa Rodrigues

Em cerimônia realizada na manhã desta terça-feira, 3, a reitora Raimunda Monteiro reinaugurou o Laboratório de Sementes Florestais (LSF), localizado na Unidade Tapajós, entregando as novas instalações ao Instituto de Biodiversidade e Florestas (Ibef).

O Laboratório de Sementes é a base de toda a cadeira produtiva da silvicultura que começa com as sementes, passa pelos viveiros e depois pelo plantio. A partir dessa reforma, o LSF poderá ser credenciado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o que vai possibilitar a certificação das sementes, que poderão ser comercializadas pelos produtores rurais da região.

Ligado ao curso de Engenharia Florestal, o laboratório também vai atender a necessidades dos demais cursos do instituto. Segundo a diretora do Ibef, professora Elaine Oliveira, o LSF também está aberto para atender cursos dos demais institutos da Ufopa e representa um grande avanço para a universidade.

Inicialmente, as atividades do laboratório serão voltadas a pesquisas de trabalhos de conclusão de curso na graduação e na pós-graduação, com testes de armazenamento, germinação, entre outros. Há a produção de mudas no viveiro que também servem para pesquisa.

A reitora destacou que o LSF foi entregue hoje atendendo a normas oficiais exigidas para um laboratório que possa produzir sementes e disponibilizá-las aos agricultores em condições seguras e de qualidade. Também atende a requisitos de avaliação dos cursos da área de Ciências Agrárias com equipamentos que enriquecem as atividades de ensino, pesquisa e extensão. “A Universidade, como vem primando pela qualidade nas atividades dos cursos, priorizou com seus recursos de reforma essas estruturas que vão melhorar a qualidade do ensino, e vão também impactar na avaliação dos nossos cursos”, ressaltou Raimunda Monteiro.

Para a reitora, já existem respostas positivas, considerando que dos 33 cursos da Ufopa avaliados pelo Ministério da Educação (MEC), 27 ficaram com a nota 4, numa escala que vai até 5. “É uma construção. Para os oito anos da nossa universidade, essa resposta de qualidade aferida pelos processos de avaliação é algo muito positivo e gratificante”, finalizou.

Estrutura

O prédio do Laboratório pertencia à antiga Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), passou para a unidade da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) em Santarém e depois para a Ufopa.

A partir desta reforma, o LSF conta com rampa de acesso; saguão de entrada para atendimento e controle do fluxo de pessoas; três banheiros; almoxarifado; copa; duas salas de projetos para área de Silvicultura; sala de ensino com cinco bancadas (capacidade para 25 alunos); três bancadas laterais para materiais e experimentos didáticos; duas câmaras frias para armazenamento de sementes; sala de germinação com cinco germinadores comuns mais dois tipo BOD (para pesquisa); sala de análises destinada à realização dos principais testes com sementes, como pureza, quebra de dormência e germinação; área de triagem e beneficiamento destinada, principalmente, à chegada de material de campo como folhas, galhos e sementes para lavagem e separação de material botânico; área para instalação de estufas para secagem e autoclaves para esterilização de materiais; e uma sala que servirá como depósito para ferramentas e equipamentos de campo.

Com as duas câmaras frias que vão funcionar a partir de agora, estima-se uma capacidade de armazenamento de uma tonelada de sementes (500 quilos em cada câmara).


Rosa Rodrigues – Reitoria/Ufopa

3/10/2017