Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Campus Oriximiná

O Curso

25 de Junho de 2019 às 08:41


Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas

Curso Autorizado pela Portaria nº 974/SERES/MEC, de 8 de setembro de 2017 (folhas 4-5)
Coordenadora: Profa. Dávia M. Talgatti
Vice-coordenador: Prof. Gustavo Hallwass

Colegiado do curso:
I. Cauan Ferreira Araújo - Docente
II. Dávia Marciana Talgatti - Docente Presidente
III. Eldra Carvalho Da Silva - Docente
IV. Gustavo Hallwass - Docente
V. Samuel Campos Gomides - Docente
VI. Priscila Saikoski Miorando - Docente
VII. Leandro Nicolino da Silva – Técnico Titular
VIII. Dilcriane dos Santos Batista – Técnico Suplente
IX. Sandra Marques Silva como – Discente titular e
X. Diuliane Marinho Gonçalves – Discente suplente

Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso:
I. Cauan Ferreira Araújo
II. Dávia Marciana Talgatti
III. Domingos Luis Wanderley Picanço Diniz
IV. Eldra Carvalho Da Silva
V. Gustavo Hallwass
VI. Samuel Campos Gomides
VII. Siany Da Silva Liberal
VIII. Priscila Saikoski Miorando

Logo

O logo do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas da Ufopa do Campus de Oriximiná foi inspirado e adaptado ao Símbolo do Biólogo, que foi instituído pela Resolução CFBio N° 187, de 27 de maio de 2009.

O Símbolo traduz conceitos que envolvem o cotidiano do Biólogo/a e também a importância da vida para esta profissão. Na simbologia, o círculo representa a união e perfeição daquilo que começa e termina em si mesmo. A estrutura do DNA traz à tona um elemento sempre presente em todos os organismos vivos. A base de sua estrutura forma um espermatozoide, que fecundando o óvulo dá origem a uma nova vida. Fator de grande importância para qualquer ser vivo, sendo base dos estudos biológicos está a natureza, representada pelas folhas na base do círculo. A espiral, que se encontra na parte interna das folhas, é símbolo da evolução e do progresso e por fim, a faixa escrito o nome do Campus remete ao local da formação dos futuros Biólogos/as.

Docentes

PROFESSOR

TITULAÇÃO

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

REGIME DE TRABALHO

 Cauan Ferreira Araújo

Mestre

Assistente 1

D.E.

 Dávia Marciana Talgatti

Doutora

Adjunto 1

D.E.

 Domingos Luís Wanderley Picanco Diniz

Doutor

Associado 4

D.E.

 Eldra Carvalho da Silva

Doutora

Assistente 2

D.E.

 Gustavo Hallwass

Doutor

Adjunto 1

D.E.

 Priscila Saikoski Miorando

Doutora

Adjunto 1

D.E.

 Samuel Campos Gomides

Doutor

Adjunto 1

D.E.

 Siany da Silva Liberal

Doutora

Adjunto 2

D.E.

 

Objetivos Do Curso

Objetivo Geral:

Instrumentalizar estudantes para que sejam profissionais aptos a atuarem em todas as Áreas do curso de Ciências Biológicas, com ênfase em conservação e conhecimento da biodiversidade amazônica, visando o uso sustentável dos recursos naturais, bem como conscientizar, mobilizar e instrumentalizar pessoas e grupos para pensar e agir em consonância com um ambiente global.

Objetivos Específicos:

Contribuir para que indivíduos e grupos adquiram consciência e sensibilidade em relação ao ambiente como um todo e aos problemas a ele relacionados;
Propiciar conhecimento essencial sobre o meio ambiente e sua biodiversidade, tendo competências para identificar, caracterizar e dimensionar perturbações de causa natural ou antrópica, visando a gestão de problema e suas possíveis soluções;
Proporcionar condições para que os indivíduos e grupos sociais adquiram habilidades necessárias a sua participação na conservação do ambiente e no uso sustentável dos recursos;

Perfil Profissional Do Egresso

O perfil que o egresso do curso de Bacharelado em Ciências Biológicas do Campus Oriximiná da Universidade Federal do Oeste do Pará está fundamentado nas referências legais que orientam a proposta pedagógica do curso, como as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN’s) para os Cursos de Graduação em Ciências Biológicas (Parecer CNE/CES 1.301/2001; Resolução CNE/CES 07/2002).

Competências e Habilidades:

O egresso do curso de Ciências Biológicas deverá possuir uma formação básica, sólida e ampla, com adequada fundamentação teórica e prática que inclua o conhecimento da diversidade dos seres vivos, a sua organização em diferentes níveis, suas relações filogenéticas e evolutivas e as suas respectivas distribuições e relações com o ambiente em que vivem. Esta formação deve proporcionar o entendimento do processo histórico de construção do conhecimento na área biológica, quanto aos conceitos, princípios e teorias.
O biólogo é um formador de opinião frente à realidade brasileira, sendo capaz de interferir socialmente, calcado em uma conduta ética e moral e participando do progresso social.

O perfil profissional do biólogo a partir das considerações aqui feitas, em síntese, caracteriza-se por atuar na elaboração de estudos, projetos ou pesquisas científicas, básicas ou aplicadas empregando seu conhecimento, capacidade e experiência como instrumentos permanentes na defesa do bem comum e na garantia da manutenção da qualidade dos processos vitais.

Deve ter como compromisso permanente a geração, aplicação, transferência e divulgação dos conhecimentos sobre as Ciências Biológicas, podendo assessorar a elaboração de relatórios técnico-científicos e atuar na área da saúde ambiental e institutos que envolvam estudos de natureza biológica, além de assessorias também nas áreas de turismo ecológico, paisagismo e educação ambiental. Essas atribuições estão regulamentadas pela Lei no 6.684/79 e o Decreto no 88.438/83 que dispõe sobre o exercício da profissão.
Além disso, o profissional formado no curso deverá:

a) Ter formação generalista, dotado de um largo espectro de competências genéricas em disciplinas variadas;
b) Ser sujeito da sua própria aprendizagem, atuando de maneira crítica e criativa;
c) Ter uma adequada fundamentação teórico-prática que inclua a instrumentação para o ensino e pesquisa, um conhecimento profundo da diversidade biológica quanto à sua organização e funcionamento em diversos níveis, às relações filogenéticas, aos padrões de distribuição e às relações com o ambiente, em uma perspectiva histórica e evolutiva. Esta formação deve ser embasada no entendimento epistemológico para a construção do conhecimento técnico científico e pedagógico;
d) Ser comprometido com os resultados de sua atuação pautando a sua conduta profissional por critérios humanísticos e de rigor científico, bem como por referenciais éticos e legais;
e) Ter consciência da realidade em que vai atuar e da necessidade de se tornar agente transformador dessa realidade, compreendendo a sua responsabilidade para com o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida;
f) Ser consciente de sua responsabilidade como educador nos vários contextos de atuação profissional;
g) Ser capaz de trabalhar em equipes multidisciplinares, com visão sistêmica;
h) Ser consciente da necessidade de investir de forma sistemática e autônoma na sua formação continuada;
i) Estar preparado para desenvolver ideias inovadoras e ações estratégicas, capazes de ampliar e aperfeiçoar sua área de atuação.
O egresso capacitado para exercer a atividade profissional deve ter uma sólida base comum científico-tecnológico-humanística, associada aos campos de saber da biologia, seguida de aprofundamento de conhecimentos específicos nas habilitações oferecidas pelo curso.

Ainda, o profissional formado deve ser capaz de executar um trabalho educativo focalizado em situações-problema significativas, adequadas ao nível e às possibilidades do público-alvo, analisando-as a partir de abordagens teóricas que buscam a interação dos diversos campos do saber, na perspectiva de superá-las. Ser apto a entender o processo de construção do conhecimento bem como do significado dos conteúdos das áreas do conhecimento da biologia e de habilitação específica para a sociedade, enquanto atividades humanas, associadas a aspectos de ordem social, econômica, política e cultural. Estar fundado em bases científicas, nos conceitos e princípios das ciências da natureza e das ciências humanas, presentes nas tecnologias e que fundamentam suas opções éticas e seu campo de atuação.

Acima de tudo, o biólogo deverá buscar a interação transdisciplinar a partir de metodologias, estratégias e materiais de apoio inovadores, para estruturar os saberes da área de domínio da biologia. Estar em capacidade de compreender, de forma reflexiva e crítica, o mundo do trabalho, seus objetos e sistemas tecnológicos e as motivações e interferências das organizações sociais pelas quais e para as quais estes foram criados e existem.

Espera-se que o profissional formado possa associar todo conhecimento teórico as práticas mais adequadas a realidade regional e aplicá-las da melhor forma possível, tornando uma ferramenta de transformação da sociedade como um todo.

Matriz Curricular Do Curso De Bacharelado Em Ciências Biológicas

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

SEMESTRE

DISCIPLINA

C/H

1

Ecossistemas amazônicos

60

1

Sociedade, Natureza e Desenvolvimento

75

1

Aprendizagem, Ensino e Meio Ambiente

60

1

Estudos Integrativos da Amazônia

75

1

Metodologia Científica e delineamento amostral

75

1

Biogeofísica

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

405

2

Anatomia e morfologia vegetal

60

2

Microbiologia e Imunologia básica

75

2

Estudos etnoraciais e comunidades tradicionais amazônicas

75

2

Fundamentos de taxonomia e sistemática filogenética

60

2

Geoprocessamento Ambiental

60

2

Bioquímica e Biologia Celular

75

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

405

3

Climatologia e recursos hídricos

75

3

Educação Ambiental

75

3

Ecologia I (indivíduos e populações)

75

3

Zoologia dos Invertebrados Acelomados e Pseudocelomados

60

3

Genética

60

3

Estágio Supervisionado I

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

405

4

Geoevolução

60

4

Diversidade e morfologia de plantas sem sementes

75

4

Evolução

60

4

Zoologia dos Invertebrados Celomados

60

4

Histologia e Embriologia

75

4

Estágio Supervisionado II

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

390

5

Diversidade de plantas com sementes

75

5

Gestão de áreas protegidas

60

5

Limnologia

60

5

Biologia da conservação

60

5

Anatomia e Fisiologia comparada de vertebrados

75

5

Estágio Supervisionado III

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

390

6

Fisiologia vegetal

60

6

Bioestatística e Análise de dados

75

6

Ecologia II (comunidades e ecossistemas)

75

6

Zoologia dos Protocordados e Vertebrados não Amniotas

60

6

Estágio Supervisionado IV

60

6

Optativa I

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

390

7

Ecologia Humana, Etnoecologia e bases de economia ecológica

60

7

Ecologia e manejo de recursos aquáticos Amazônicos

60

7

Bioprospecção

75

7

Zoologia dos Vertebrados Amniotas

60

7

TCC I

60

7

Optativa II

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

375

8

Estudos de Impactos e Monitoramento Ambiental

75

8

Legislação ambiental

60

8

Poluição e Toxicologia Ambiental

75

8

TCC II

60

8

Optativa III

60

CARGA HORÁRIA TOTAL DO SEMESTRE

330

DISCIPLINAS OPTATIVAS

DISCIPLINA

C/H

 Origem e Evolução do Conhecimento

75

 Lógica, Linguagem e Comunicação

90

 Seminários Integradores e Interação com Base Real (IBR)

85

 Libras

60

 Português Instrumental

60

 Inglês Instrumental

60

 Redação Científica

75

 Edafologia e Ecologia dos Solos

60

 Botânica Econômica

60

 Etnobotânica

60

 Herpetologia amazônica: fundamentos teóricos e prática de campo

60

 Monitoramento e manejo da pesca

60

 Ecologia e Conservação de Quelônios

60

 Manejo de recursos naturais renováveis

60

Link para o site do Conselho Federal de Biologia:  http://www.cfbio.gov.br
Neste site são encontradas informações sobre a profissão de Biólogo, áreas de atuação regulamentadas pela Legislação Brasileiras, juramento do Biólogo, Honorários, entre outras informações .

Link para o site do Conselho Regional de Biologia- CRBio06, que atende os estados do PA, AC, AP, AM, RO, RR:  http://www.crbio06.gov.br/
Neste site podem ser encontradas as informações necessárias para o credenciamento e recebimento da Carteira de Biólogo, que permite atuar nesta profissão.