Educação ambiental e bacias hidrográficas no contexto escolar

Autores

  • Thayline Vieira Queiroz
  • Carolina Buso Dornfeld

DOI:

https://doi.org/10.24065/2237-9460.2019v9n5ID1113

Resumo

A pesquisa ressalta a importância da educação ambiental como referência socioambiental para o conjunto de práticas educativas, articulada ao contexto das bacias hidrográficas. O estudo foi realizado junto aos alunos de 6° ano do Ensino Fundamental de uma escola privada, localizada em Ilha Solteira/SP. As atividades foram organizadas em aulas práticas e teóricas com enfoque na região de Ilha Solteira e na Bacia Hidrográfica do rio São José dos Dourados. A discussão e análise da pesquisa encontra-se estruturada a partir do instrumento metodológico do Grupo Focal, proposta por Gui (2003). Para a interpretação dos dados foi utilizada a análise de conteúdo, de acordo com os princípios sistematizados em Bardin (2010). Verificou-se que os recursos metodológicos utilizados constituíram um grande facilitador para a obtenção do aprendizado dos alunos, em relação ao conceito de bacia hidrográfica que deve ser trabalhado nas escolas de forma interdisciplinar, para a compreensão de que a mesma constitui um sistema complexo de interações entre os componentes biológicos, geológicos, hidrológicos e antropogênicos em uma região, contemplando-se mais estudos que mostrem à comunidade. Além disso, constatou-se que a técnica do Grupo Focal caracterizou-se como um excelente espaço de reflexão. Os sujeitos da pesquisa consideraram que as interações foram importantes momentos de troca de experiências e reflexão da própria prática como aprendizagem para o grupo.

 

Palavras-chave: Educação ambiental. Ensino fundamental. Grupo focal.

Downloads

Publicado

2019-12-11

Como Citar

Queiroz, T. V., & Dornfeld, C. B. (2019). Educação ambiental e bacias hidrográficas no contexto escolar. Revista Exitus, 9(5), 421-447. https://doi.org/10.24065/2237-9460.2019v9n5ID1113

Edição

Seção

Artigos