Integração de tecnologias digitais de informação e comunicação nas comunidades da zona rural, no contexto do projeto TECSOL – CDCR – BA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24065/2237-9460.2020v10n1ID1226

Resumo

Apresenta o resultado de pesquisa realizada de 2013 a 2016 na zona rural do Estado da Bahia, envolvendo professores e estudantes de escolas de educação básica e técnicos vinculados ao projeto Tecnologias Sociais para a Inclusão Digital e o Desenvolvimento da Economia Solidária (TECSOL), desenvolvido em parceria entre a Universidade do Estado da Bahia e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado (SECTI), com o apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). Incluiu 30 Centros Digitais de Cidadania Rural (CDCR), em escolas de famílias agrícolas ou espaços indicados pelos municípios, realizando ações educativas, voltadas para a inclusão digital. O objetivo foi propor e analisar o processo de integração de Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC), compreendendo que essa integração envolve questões socioculturais, a operacionalização de práticas sociais, assim como os interesses dos sujeitos do processo educativo, bem como identificar a visão, opiniões e ideias dos sujeitos participantes sobre a integração destas tecnologias na suas comunidades. Os conceitos de inclusão digital (WARSCHAUER, 2006; CASTELLS, 2000; SANTOS, 2000), literacia digital (BUZZATO, 2006; LANKSHEAR e HNOBEL, 2006; SAITO e SOUZA, 2011) e tecnologia social (TS) (DAGNINO, 2010), foram estruturantes. Pesquisa qualitativa com observação participante e grupos focais, deu voz aos sujeitos, propiciando a criação de aplicativos para dispositivos móveis voltados para o seu cotidiano. Os resultados evidenciaram a participação efetiva, engajamento no processo e as comunidades de prática. Concluiu-se que as intervenções, permitiram o desenvolvimento de literacias, por meio de dispositivos digitais, possibilitando a pretendida integração da TDIC, nos processos educativos das comunidades da zona rural.

Biografia do Autor

Silvar Ferreira Ribeiro, Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Pós-Doutorado pela Open University - Reino Unido - Knowledge Media Institute (KMi-OU), (2016/2017) com apoio da CAPES (Processo 7537/2015-08). Doutor em Difusão do Conhecimento (Ufba/Uneb/Uefs/Lncc/Ifba/Senai/Ufabc), Estágio de Doutorado Sanduíche pela Open University - Reino Unido - Knowledge Media Institute (KMi-OU), (2013) com apoio da CAPES (Processo: PDSE-3517/13-6 ), Mestre em Engenharia de Produção da Linha de Pesquisa Mídia e Conhecimento, com ênfase em Educação a Distância (UFSC, 2002). Especialista em Psicopedagogia pela UFRJ e em Metodologia do Ensino Superior pela FEBA. Graduado em Pedagogia com Habilitações em Supervisão e Administração Escolar pela Universidade Católica Do Salvador (1983), Técnico em Administração. Professor Assistente do Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (DCHT-UNEB), Campus XIX; Professor Permanente do Programa de Doutorado Multi-Institucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento (DMMDC-UNEB/UFBA/LNCC/UEFS/IFBA/SENAI); Coordenador do Laboratório de Desenvolvimento Profissional - Projeto de Extensão da UNEB-DCHT-XIX; Líder do Grupo de Pesquisa Gestão, Educação, Ciência & Tecnologias para a Inclusão Social; e, Vice-Coordenador do Núcleo de Pesquisa e Extensão da Universidade do Estado da Bahia - Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias - Campus XIX, município de Camaçari. Experiência em Pesquisa, Ensino, Extensão e Gestão, atuando principalmente nos seguintes temas: pesquisa e inovação responsáveis, tecnologias da informação e gestão educacional, difusão do conhecimento, inclusão digital, recursos educacionais abertos e educação a distância.

Sonia Maria da Conceição Pinto, Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Pós-Doutorado pela Open University - UK (2017), Doutora em Difusão do Conhecimento - UFBA (2010). Mestre em Educação e Contemporaneidade pela UNEB (2003). Especialista em Educação e Novas Tecnologias da Comunicação e Informação - UNEB (1999). Pedagoga, graduada pela Universidade Católica do Salvador (1997). Professora Assistente da Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias. Atuou como Coordenadora de Formação do Programa de Inclusão Sociodigital - PISD, da Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado da Bahia, SECTI-BA (2004 a 2011). Coordenou projetos de extensão universitária, voltados para a formação de monitores do Programa Telecentros.BR - Ministério das Comunicações ( 2009 a 2014). Atuou como professora pesquisadora, responsável pela coordenação pedagógica da GEAD. Gestão de Educação a Distância da UNEB (2008 a 2012). Pesquisas nas áreas de Educação a Distância, Inclusão Digital, Literacia Digital, Educação Científica e Formação em Rede.

Referências

DAGNINO, R. A relação universidade-empresa no Brasil e o “argumento da hélice tripla”. Revista Brasileira de Inovação. Rio de Janeiro: Finep, v. 2, n. 2, p. 267-308, jul./dez. 2003.

DAGNINO, R. (Org.). Tecnologia social: ferramenta para construir outra sociedade. Campinas-SP: Komedi, 2010.

GATTI, B. A. Grupos Focais na pesquisa em ciências sociais e humanas. Brasília: Liber Livro Editora, 2005.

JACINTO, A. da S. et al. Aplicativos úteis: um processo de ensino aprendizagem aplicado às necessidades do cotidiano. Revista Internacional de Educação Superior, 4(3), 610-630, 2018.

LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M.; PETERS, M. Digital Literacies: Concepts, Policies and Practicies. New York: Peter Lang Publishing, 2008. 321 p.

MICHAEL, A. Etnografia e Observação Participante. Porto Alegre: Artmed, 2009.

PINTO, S. M. da C. Rede de Formação: um modelo em contextos sociais de literacias digitais. Tese de doutorado DMMDC/UFBA, Salvador, 2015.

SCHWARTZ, G. Educar para a emancipação digital. 2006. Disponível em: download.cidade.usp.br/.../educar. Acesso em: 17 jul. 2009.

SILVEIRA, S. A. A noção de exclusão digital diante das exigências de uma cibercidadania. In: HETKOWSKI, T. M. (org.). Política Pública e Inclusão Digital. Salvador: Edufba, 2008.

WARSCHAUER, M. Tecnologia e Inclusão social: a exclusão digital em debate. São Paulo: editora SENAC, 2006.

WENGER, E. Comunidades de práctica: aprendizaje, significado e identidad. Cognición download desarrollo humano. Paidós, 2001.

Downloads

Publicado

2020-07-30

Como Citar

Ribeiro, S. F. ., & Pinto, S. M. da C. . (2020). Integração de tecnologias digitais de informação e comunicação nas comunidades da zona rural, no contexto do projeto TECSOL – CDCR – BA. Revista Exitus, 10(1), e020060. https://doi.org/10.24065/2237-9460.2020v10n1ID1226

Edição

Seção

Dossiê