Pinturas em cuias tapajônicas: uma leitura etnomatemática

Autores

  • José Ricardo e Souza Mafra
  • Paulo Marcelo Pedroso Pereira

Resumo

A presente pesquisa está sob a referência do Programa Etnomatemática, e objetivou compreender de que forma ideias etnomatemáticas são concebidas e sistematizadas durante o processo de pintura de cuias tapajônicas, por uma artesã do município de Santarém, PA. A pesquisa de campo foi pautada em pressupostos de estudos etnográficos e desenvolvida no local de trabalho da artesã. Foram realizadas observações, entrevistas, filmagens e fotografias das atividades realizadas e como principais resultados, podemos indicar como técnicas e processos são utilizados pela artesã, no momento de concepção de paisagens e cenários ilustrativos em superfícies curvas denominadas de cuias. Em relação à concepção das paisagens, verificamos a presença do componente afetivo-religioso, durante o processo de elaboração das cuias e a utilização de dimensões proporcionais ao tamanho da cuia, além de ideias matemáticas relacionadas a comparações e padrões de proporcionalidade. Tais características evidenciadas apontam para uma perspectiva de utilização destas ideias etnomatemáticas na inserção de discussões relacionadas ao ensino de diversas disciplinas como Matemática, História, Geografia e Artes e de que forma tais ideias podem contribuir para o entendimento da produção do conhecimento, no contexto local.

 

Palavras-chave: Etnomatemática. Práticas Socioculturais. Artesanato.

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

Mafra, J. R. e S., & Pereira, P. M. P. (2016). Pinturas em cuias tapajônicas: uma leitura etnomatemática. Revista Exitus, 6(2), 239-254. Recuperado de http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/31

Edição

Seção

Artigos