Produção de vídeos amadores de experimentos: algumas contribuições para se pensar o processo educativo

Autores

  • Wilmo Ernesto Francisco Junior
  • Ana Paula Aquino Benigno

DOI:

https://doi.org/10.24065/2237-9460.2018v8n2ID536

Resumo

A produção de vídeos de experimentos se descortina como uma ferramenta para as atividades experimentais, permitindo entrelaçar experimento, linguagem audiovisual e a ciência química. Nesses termos, o presente trabalho investigou a produção de vídeos de experimentos por estudantes, focando especialmente as questões técnico-estéticos da produção e como estas podem se interrelacionar com o processo educativo. A análise dos vídeos demonstrou a presença espontânea de técnicas e elementos estéticos (música, dramatização, humor) que muitas vezes não se fazem presentes nas aulas de ciências. A diversão, a liberdade, a criatividade e a responsabilidade foram características que surgiram e estão ligadas ao caráter lúdico e ao engajamento pela atividade. Assim, a interação e o envolvimento dos sujeitos na produção dos vídeos possibilitam ao professor promover a discussão do conhecimento científico de maneira ampliada.

 

Palavras-chave: Linguagem Audiovisual. Experimentação. Tecnologias Digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2018-05-01

Como Citar

FRANCISCO JUNIOR, W. E.; BENIGNO, A. P. A. Produção de vídeos amadores de experimentos: algumas contribuições para se pensar o processo educativo. Revista Exitus, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 244-272, 2018. DOI: 10.24065/2237-9460.2018v8n2ID536. Disponível em: http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/536. Acesso em: 17 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos