Estudos CTS na educação científica: tendências e perspectivas da produção stricto sensu no Nordeste brasileiro

Autores

  • Marcelo Bruno Araújo-Queiroz
  • Rodrigo da Luz Silva
  • Christiana Andréa Vianna Prudêncio

DOI:

https://doi.org/10.24065/2237-9460.2018v8n3ID648

Resumo

Apresentamos dados teóricos sobre a produção de dissertações e teses que incorporaram a Educação CTS como temática de pesquisa no Ensino de Ciências no Nordeste brasileiro. Esse recorte, composto por 35 pesquisas defendidas entre 2007 e 2017, considera cinco categorias: produção por estado, produção por programa de pós-graduação, perspectiva curricular abordada, contexto da pesquisa e área de conhecimento. A partir da análise dos resumos dos trabalhos discutimos as perspectivas e tendências dessa produção que se mostra em processo de expansão e possivelmente poderá se consolidar na região. Além disso, trazemos informações que podem contribuir para um processo de implementação dessa perspectiva de educação no ensino, no currículo e na formação de professores de Ciências.

 

Palavras-chave: Ciência-Tecnologia-Sociedade. Educação em Ciências. Mestrado/Doutorado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2018-09-01

Como Citar

ARAÚJO-QUEIROZ, M. B.; SILVA, R. da L.; PRUDÊNCIO, C. A. V. Estudos CTS na educação científica: tendências e perspectivas da produção stricto sensu no Nordeste brasileiro. Revista Exitus, [S. l.], v. 8, n. 3, p. 310-339, 2018. DOI: 10.24065/2237-9460.2018v8n3ID648. Disponível em: http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/648. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos