Revista Exitus http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus <div><img src="blob:http://www.ufopa.edu.br/0158ecc2-56c7-4bf8-867e-ebe2b4272939" alt="" /> A Revista Exitus da Universidade Federal do Oeste do Pará/UFOPA, é um períodico de Publicação Contínua.</div> <div>Tem como metas incentivar o debate e propiciar a divulgação da produção científica, como veículo de diálogo permanente entre os profissionais da Educação. Assim, seu projeto editorial visa contribuir para a difusão do conhecimento na área da educação, por meio de temáticas regionais, nacionais e internacionais. Publica trabalhos originais, referentes à área da Educação sob diferentes campos da pesquisa como: Estudos em Formação Docente, Práticas Pedagógicas, Políticas e Gestão Educacional, dentre outras temáticas da Educação. São aceitos trabalhos em português, inglês e espanhol, na forma de conferências, artigos e resenhas.</div> <div><a title="Google Scholar - Citações" href="https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&amp;authuser=1&amp;user=qX3gtBMAAAAJ" target="_blank" rel="noopener">Google Schoolar - Citações</a></div> <div> </div> <div> <p><strong>Qualis Capes 2013-2016</strong>: B2 Educação</p> <p><strong>Qualis Capes 2016-2019</strong>: A4 Educação</p> </div> pt-BR Declaro que o trabalho apresentado é original, não tendo sido submetido à publicação em qualquer outro periódico nacional ou internacional, quer seja em parte ou em sua totalidade. Assim, concordo que os direitos autorais a ele referentes se tornem propriedade exclusiva da Editora da Revista Exitus, sendo vedada qualquer reprodução total ou parcial, em qualquer outra parte ou meio de divulgação impresso ou eletrônico, sem ser citada a fonte. Declaro, ainda, estar ciente de que a não observância deste compromisso submeterá o infrator a sanções e penas previstas na Lei de Proteção de Direitos Autorais (Nº 9.610, de 19/02/1998). revistaicedufopa@gmail.com (Profª. Drª. Maria Lília Imbiriba Sousa Colares) revistaicedufopa@gmail.com (Maria Lília Imbiriba Sousa Colares) sex, 07 jan 2022 16:33:00 -0300 OJS 3.2.1.3 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 UM PAI-DO-MATO: NARRATIVA DA TRADIÇÃO ORAL/ESCRITA ALAGOANA E PERNAMBUCANA http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1975 <p><strong>RESUMO </strong></p> <p>O objeto deste artigo são duas narrativas da tradição oral nordestina denominadas Pai-do-Mato, que foram consagradas por escrito em livro por Cascudo. O objetivo consiste em dissecar os narratemas de cada uma duas histórias e deles extrair traços culturais, tradicionais e narrativos verossimilhantes como estratégia metodológica para compreender por que e para que esses dois entes surgem naquela época e naquele ambiente, qual sua função social na sociedade daquele tempo e por que, na atualidade, perdem as propriedades peculiares e são transformadas tão somente em peças literárias de cunho folclórico escritas. A análise realizada com base nas teorias da “Cultura, Hibridismo e Identidade Cultural”, “Tradição oral” e “Construção Narrativa da Realidade” mostra que a perda das propriedades peculiares, ativas até praticamente o final do século passado, apontam como consequências do fenômeno cultural, midiático, da hibridização intercultural, da desterritorialização, da mobilidade identitária e da globalização do mundo pós-moderno. Os resultados não são conclusivos por se tratar de um estudo eminentemente hermenêutico.</p> Valdir Vegine Copyright (c) http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1975 CONSTITUIÇÃO DE UM DIÁLOGO: http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1974 <p>Este artigo apresenta a análise do discurso de oito beneficiários da política de assistência estudantil executada na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio da tessitura de um diálogo entre as Abordagens Cognitivas de Políticas Públicas (ACPP) e a Análise Crítica do Discurso (ACD) realizada durante conferência proferida pelos autores para o Laboratório de Políticas Educacionais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Lape/UFRN). O <em>corpus</em> de análise é proveniente de questionários distribuídos entre os estudantes de graduação atendidos pela política de assistência estudantil na UFRN durante o segundo semestre de 2021 por meio de formulário eletrônico que contou com quatro perguntas abertas e sete fechadas. A referida pesquisa, que teve como objetivo analisar as experiências desses estudantes com a política pública, foi submetida e aprovada pelo conselho de ética e contou com a participação de 650 (seiscentos e cinquenta) discentes. Consideramos, pois, que o diálogo entre as abordagens parece ser profícuo porque pode oferecer novas perspectivas teóricas e novos conceitos para complementar, estimular e ampliar a produção do conhecimento no campo educacional brasileiro na medida que podem contribuir nas análises das políticas públicas setoriais.</p> Jonathan Alves Martins, Andréia da Silva Quintanilha Sousa, Cleide Emília Faye Pedrosa Copyright (c) http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1974 O significado do sairé para nativos da vila de Alter do Chão-Pará. http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1973 <p>O Sairé na vila de Alter do Chão Pará é uma das manifestações mais antigas na Amazônia, com sua origem ainda no período da evangelização dos nativos durante o Brasil Colônia. Essa manifestação compõe-se de mitos, lendas e de canções recorrentes de uma cultura denominada cabocla, revelam peculiaridades ao folclore regional, como expressão coletiva traduzindo-se com um processo colonizador misturado a conceitos oriundos da região. Diante deste cenário regional, esta pesquisa tem como objetivo principal compreender o significado do Sairé para nativos da vila de Alter do Chão-Pará, seguidos pelos objetivos específicos: conhecer o significado do Sairé para os nativos da vila de Alter do Chão-Pará, que sejam diretamente ligados ao Sairé; conhecer o significado do Sairé para nativos da vila de Alter do Chão-Pará, que não sejam envolvidos com o Sairé; identificar as mudanças ocorridas ao longo dos tempos no Sairé enquanto manifestação cultural. Como participantes desta pesquisa temos 20 pessoas que sejam nativos da vila de Alter do Chão, sendo que 10 desses nativos sejam envolvidos diretamente no Sairé e os outros 10, nativos que não tenham envolvimento com o Sairé. Para este estudo utilizamos a abordagem qualitativa, do tipo descritiva e como instrumento de coletas de dados a entrevista semiestruturada.&nbsp; Para análise dos dados usamos a análise de conteúdo de Bardin (2009). Com essa pesquisa espera-se que a sociedade local amplie seu olhar, consiga discernir o significado que o Sairé na vila de Alter do Chão tem para seus nativos e o quão importante é essa manifestação para o folclore local.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> Daniela Neves, Paula, Fred Dos Santos Copyright (c) http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1973 RELAÇÕES ENTRE VIZINHANÇA, EXPECTATIVAS INSTITUCIONAIS E PRÁTICAS INTRAESCOLARES. http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1970 <p><span class="TextRun SCXW224594765 BCX0" lang="PT-BR" xml:lang="PT-BR" data-contrast="auto"><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">A partir de 1990, </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">surgem </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">estudos no campo da Sociologia da Educação</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> que</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">relacionam</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">o </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">território com dinâmicas escolares</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">(</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">GASKELL e KILLEN, 1995</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">; ALVES</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">,</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> FRANCO</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">,</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> RIBEIRO, 2008</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">)</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">.</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> Esses estudos contribuem </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">para debater práticas </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">intra</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">escolares que podem</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> ampliar ou reduzir desigualdades n</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">o processo de ensino-aprendizagem</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> de alunos em territórios com alta concentração de pobreza.</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> Essa</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> pesquisa</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">teve </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">por objetivo </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">investiga</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">r</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">a relação entre </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">as prática</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> de</span> <span class="NormalTextRun SpellingErrorV2Themed SCXW224594765 BCX0">enturmação</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> e</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> distribuição de estímulos e recursos aos</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> alunos </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">e</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> as expectativas de gestores e professores sobre a aprendizagem d</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">es</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">es</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">estudantes</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">.</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">A pesquisa foi realizada </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">em </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">quatro escolas</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> da Rede Municipal de Educação do Rio de Janeiro,</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">localizadas </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">em um </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">território cont</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">í</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">guo de concentração de pobreza</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">,</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> na Zona Norte deste município.</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">A metodologia</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">inser</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">iu</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">-se no campo d</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">a</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> pesquisa qualitativa, comportando</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> entrevistas com gestores e </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">professores</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">, observação de aulas</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">e de</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> Conselho de Classe. </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">O</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s resultados aponta</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">ra</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">m</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> que tanto professores quanto gestores</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> manifestaram</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">associação entre</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> as</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> representações sobre a vizinhança de origem dos alunos e </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">as </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">expectativas quanto à sua aprendizagem. </span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">Contudo, houve</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">ram</span> <span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">diferença</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> entre gestores e professores quanto a</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> expectativa</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0"> em relação à continuidade da escolarização dos alunos declarada</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">s</span><span class="NormalTextRun SCXW224594765 BCX0">.&nbsp;</span></span><span class="EOP SCXW224594765 BCX0" data-ccp-props="{&quot;201341983&quot;:0,&quot;335551550&quot;:6,&quot;335551620&quot;:6,&quot;335559731&quot;:708,&quot;335559739&quot;:200,&quot;335559740&quot;:240}">&nbsp;</span></p> REGINA LUCIA FERNANDES de ALBUQUERQUE Copyright (c) http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1970 NEUROCIÊNCIAS E FORMAÇÃO CONTINUADA: Reflexões sobre o conhecimento docente da Rede Pública Estadual do Ensino Fundamental em Escolas do Sul de Santa Catarina/SC http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1968 <p>Este artigo apresenta uma pesquisa sobre a formação continuada de um grupo de docentes da Rede Pública do Ensino Fundamental em Escolas do Sul de Santa Catarina/SC. A pesquisa tem por objetivo verificar o conhecimento acerca das Neurociências, antes e após o curso de formação continuada sobre Neurociências e Educação. Os docentes participaram de estudos de formação distribuídos em quatro encontros de quatro horas cada e ofertados entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, nos quais foram expostos aos conhecimentos atuais das Neurociências e Educação, bem como sobre os fatores de influência no desenvolvimento cerebral infantil, os períodos críticos de aprendizagem na infância, a neuroplasticidade, a maturação cerebral, a memória, a emoção, os vínculos afetivos e a aprendizagem. Adotou-se como procedimento metodológico a pesquisa-ação. Como resultado, reconhecemos a formação continuada como imprescindível para a melhoria da educação. A intervenção de políticas públicas na sua promoção ou, ao menos, na facilitação de sua execução, é vital para a mudança do cenário educacional.</p> CLAUDIO DA COSTA Copyright (c) http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/1968