Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

XXIII Maratona de Programação da Sociedade Brasileira de Computação

Abertura: 15 de Setembro de 2018 às 08:00

Termino: 15 de Setembro de 2018 às 18:00

Local: Unidade Tapajós

Ufopa sedia fase local da XXIII Maratona de Programação da Sociedade Brasileira de Computação

A Maratona de Programação é um evento da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) que existe desde o ano de 1996. Ela se destina a alunos de cursos de graduação e início de pós-graduação na área de Computação e afins (Ciência da Computação, Engenharia de Computação, Sistemas de Informação, Matemática, etc.). A competição promove nos estudantes a criatividade, a capacidade de trabalho em equipe, a busca de novas soluções de software e a habilidade de resolver problemas sob pressão.

A primeira etapa, na fase local, será realizada no dia 15 de setembro na Ufopa, Unidade Tapajós – Laboratórios 3 e 4, sob a coordenação do professor Márcio José da Ponte, do Programa de Computação do Instituto de Engenharia e Geociências (IEG).

É a primeira vez que Santarém funciona como sede da primeira etapa da Maratona. Nos anos anteriores, as sedes mais próximas eram Belém (Pará) e Manaus (Amazonas).

Os classificados na fase local vão participar da fase final brasileira, marcada para os dias 9 e 10 de novembro em Salvador (Bahia).

Os times competidores são compostos por três estudantes, que tentam resolver durante cinco horas o maior número possível dos 10 ou mais problemas que são entregues no início da competição. Estes estudantes têm à sua disposição apenas um computador e material impresso (livros, listagens, manuais) para vencer a batalha contra o relógio e os problemas propostos.

Os membros do time devem colaborar para descobrir os problemas mais fáceis, projetar os testes, e construir as soluções que sejam aprovadas pelos juízes da competição. Alguns problemas requerem apenas compreensão, outros conhecimento de técnicas mais sofisticadas, e alguns podem ser realmente muito difíceis de serem resolvidos.

Outras informações no site da Maratona de Programação.

Comunicação/Ufopa

24/8/2018