Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Ultima atualização em 19 de Setembro de 2022 às 15:21

Bibliotecas reforçam segurança do acervo com tecnologia antifurto


Em Santarém, o Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBI) colocou em funcionamento um dispositivo eletrônico de segurança para evitar que seus livros sejam furtados. A iniciativa pretende diminuir o número de furtos, mas também proteger o patrimônio público informacional, existente nas duas bibliotecas, das unidades Tapajós e Rondon, que juntas possuem um acervo de livros de 14.071 títulos e 52.148 exemplares.

O sistema de segurança começou a funcionar, em fase de teste, nesta segunda-feira, dia 19. Ele irá utilizar a tecnologia RFID, que é a mais recente ferramenta utilizada em bibliotecas para detecção de furtos, autoatendimento e gerenciamento em nível de itens, acelerando o registro de entrada e saída de material e o inventário do acervo. O equipamento compreende um conjunto básico de antenas antifurto, etiquetas desativadoras e reativadoras e leitores ópticos, de mesa e manual.

Etiquetas magnéticas — Com o novo dispositivo, cada livro será identificado por meio de etiquetas magnéticas, que irão acionar o sistema antifurto a partir de um alerta sonoro, caso alguém tente passar pela porta que dá acesso à entrada e à saída sem fazer a liberação do livro.

Segundo a direção do SIBI, na última sexta-feira, dia 16, os servidores e colaboradores das bibliotecas participaram de uma atividade de planejamento interno e treinamento sobre as funcionalidades do equipamento.

Talita Baena — Comunicação/Ufopa

19/09/2022

Notícia em destaque