Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Cursinho prepara quilombolas para ingresso na Ufopa


11 de Outubro de 2018 às 17:52

Criado em 2015, o projeto do cursinho agora é uma ação de Extensão da Universidade.

O "Cursinhos Quilombolas: preparando estudantes quilombolas para o ingresso na Ufopa" é um projeto de intervenção social que tem por objetivo contribuir na preparação dos interessados em participar do Processo Seletivo Especial Quilombola (PSEQ) da Ufopa. Começou em 2015 como uma ação voluntária junto à comunidade, e a partir deste ano de 2018 é um projeto de extensão da Ufopa.

Para o quilombola entrar na Universidade precisa fazer uma prova de Língua Portuguesa sobre textos com temas ligados à causa quilombola, às questões sociais, políticas e raciais. O projeto se constitui como uma fase pré-universitária de formação de estudantes que já concluíram ou que estão concluindo o Ensino Médio, com ênfase na oferta de aulas de leitura e interpretação de textos sobre história, cultura, identidade e território quilombola.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Luiz Fernando França, do Programa de Letras do Instituto de Ciências da Educação (Iced) da Ufopa, “o cursinho surgiu a partir de uma política da Universidade, em 2015, quando a Ufopa criou o Processo Seletivo Especial para Quilombolas. O cursinho surge como um influxo dessa ação afirmativa.  Tem, justamente, a pretensão de ajudar os estudantes quilombolas desde o processo de preparação, de inscrição, de acompanhamento durante todo o processo”.

O PSEQ gira em torno de uma prova de Língua Portuguesa com questões objetivas e discursivas ligadas às questões quilombolas. O projeto, atualmente, trabalha com duas turmas fixas: uma em Santarém, na sede da Ufopa, e outra no Campus de Oriximiná, onde se tem uma concentração maior de comunidades quilombolas na região, são mais de 35. Também realiza aulas itinerantes em outros municípios e/ou comunidades, a partir das organizações comunitárias.

Em Oriximiná, as aulas são periódicas. No início de outubro houve uma etapa e no final do mês haverá mais outra, considerando que a prova do processo seletivo especial quilombola está marcada para o dia 31 de outubro.

O programa de estudo de preparação é desenvolvido a partir de testes, de simulados e de avaliações de temas que podem cair na prova, além de aulas de interpretação e produção de texto.

/media/file/site/ufopa/imagens/2018/ccf9c17b37790f5c8b2cbb01c93d502a.jpg
Aulas em Oriximiná

Participantes

Neste ano, o projeto está atendendo em Santarém 64 candidatos. Em Oriximiná, a turma é de 66.

Os inscritos no Processo Seletivo Especial Quilombola que não estão participando das aulas do cursinho ainda podem se inscrever para as aulas em Santarém. “Nós ainda temos algumas vagas. Ainda há tempo de preparar se você ainda não leu os textos, se você ainda não conhece a prova que foi aplicada em 2017, se você ainda quer aquecer um pouco a sua escrita, o seu conhecimento em torno da história e da cultura quilombola”, disse professor Luiz Fernando.

Os interessados podem manter contato com a coordenação pelo celular (93) 99128-6469. Em Santarém as aulas ocorrem todas as noites e aos sábados pela manhã na Unidade Rondon.

Material didático na Internet

A coordenação do curso tem um material didático preparado para dar suporte aos candidatos ao Processo Seletivo Especial Quilombola e está disponível para quem está inscrito no curso e para todos os demais interessados.

Assim como notícias e informações do processo, o material de formação pode ser encontrado no blog do cursinho (clique aqui).

Mobilização da juventude quilombola

Considerando sua estreita relação com o movimento quilombola, o cursinho também se coloca no contexto atual como instrumento de mobilização da juventude quilombola e negra para a luta pela garantia de direitos, para o enfrentamento do racismo e para a valorização dos elementos culturais e identitários que envolvem a população negra como um todo e as comunidades quilombolas de forma específica.

/media/file/site/ufopa/imagens/2018/572117a13b1a6d6df3af39b808025c60.jpg
Turma do Cursinho Quilombola em Santarém

Comunicação/Ufopa

11/10/2018

Fotos: Acervo do Cursinho

Notícia em destaque