Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Em tempos de pandemia, projeto da Ufopa apoia agricultura familiar


5 de Maio de 2020 às 11:27

A Incubadora de Empreendimentos Solidários, vinculada ao Instituto de Ciências da Sociedade (ICS) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (STTR) de Mojuí dos Campos, retomou suas atividades de apoio à comercialização dos produtos oriundos da agricultura familiar e criou uma rede de vendas de produtos por meio de aplicativo de mensagens. A incubadora é coordenada pela Profa. Gisele Alves silva e a vice-coordenadora é a prof. Zilda Gama dos Santos (ICS).

“Para abastecer nossas casas com sentimentos de positividade e nos ajudar a superar esse momento, nossos produtores agroecológicos ofertam à comunidade duas cestas de produtos. A cesta RENOVAÇÃO que custa o valor de R$ 50,00 e a cesta CONFIANÇA no valor de R$ 30,00, conforme produtos descritos a seguir. Além de galinhas caipiras no valor de R$ 45,00”, ressalta o material de divulgação da incubadora.

Pedidos — Os pedidos podem ser feitos por meio de aplicativo de mensagens nos telefones da Profa. Giselle Alves, (93) 99121-3080, e Profa. Zilda Gama, (93) 98404-9559. Os pagamentos serão feitos diretamente na conta dos integrantes do Sindicato Rural e os dados serão repassados pelas professoras, logo após a reserva dos produtos.

 

/media/file/site/ufopa/imagens/2020/2bd08e63d90d981c3a5943313eab83ed.jpg

/media/file/site/ufopa/imagens/2020/6fc595c37b33bd11b6707bd000612662.jpg

 

Entrega — As encomendas devem ser feitas até às 12h da quarta-feira, já as cestas devem ser retiradas na quinta-feira, logo na entrada da Unidade Amazônia da Ufopa, localizada na Av. Mendonça Furtado, a partir das 10h da manhã.

“Faz parte desta nossa estratégia garantir o abastecimento da cidade e também o escoamento da produção dos produtores familiares que não têm transporte. Essa produção estava se perdendo porque eles não conseguem escoar e trazer para a cidade”, afirmou a professora Gisele Alves Silva (ICS).

“A nossa ideia com essa ação é fazer uma retomada, mesmo que provisória, das atividades da Feira da Agricultura Familiar, que funciona na Ufopa e que teve que ser paralisada por conta da situação da pandemia. Um dos papéis principais da feira é fomentar os circuitos curtos de comercialização, que são essa relação direta entre produtor e consumidor. Os circuitos curtos têm inúmeras vantagens e benefícios porque fomentam a agricultura local, geram renda, o dinheiro acaba circulando localmente, e também servem como geração de renda para os produtores da agricultura familiar; e neste momento de pandemia eles têm se apresentado como um bom caminho para a questão da distribuição do alimento, visto que as grandes cadeias globais de alimentação estão comprometidas por conta da paralisação dos fluxos de transporte e de comércio”, esclareceu a professora Zilda Gama dos Santos.

A Feira da agricultura familiar funcionava semanalmente na Unidade Amazônia da Ufopa e está paralisada desde meados do mês de março. Os veículos para transportar os produtos foram cedidos pela Ufopa, informou a professora, que ressaltou o apoio do sindicato STTR, da Reitoria e da Coordenação de Transportes da universidade nesta ação. 

A primeira experiência de entrega das encomendas será nesta quinta-feira, 7 de maio. “Se tudo der certo, a gente pretende ampliar para outras organizações que fazem parte da feira”, concluiu.

Comunicação Ufopa

5/4/2020

Foto: Incubadora de Empreendimentos Solidários

Notícia em destaque