Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Equipe do PDI realiza seminário para apresentar resultados


7 de Novembro de 2018 às 12:13

Durante três dias, a equipe que compõe a comissão executiva do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) reuniu-se para o “Seminário de Apresentação dos Resultados dos Grupos de Estudos para a Elaboração do PDI Ufopa 2019-2024”. A pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Universidade Federal do Pará (Proplan/UFPA), Raquel Borges, foi convidada para contribuir com os debates. Participaram também pró-reitores, diretores de institutos, diretores de campi, de órgãos complementares, entre outros servidores que compõem equipes de gestão da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). O seminário contou com o apoio do coordenador de Informações Institucionais, o técnico-administrativo Ediclei dos Santos Oliveira que compõe o grupo de assessoria técnica do PDI/Proplan.  

No segundo dia de debates, o reitor da Ufopa, Hugo Diniz, fez uma breve participação na reunião. “Desejo a todos um excelente trabalho nesta reta final de elaboração deste documento que é tão importante para nossa universidade”. A vice-reitora da Ufopa, Aldenize Xavier, também participou do seminário.

Raquel Borges (Proplan/UFPA), que conduziu os trabalhos durante o primeiro dia, faz uma análise do processo de construção do PDI da Ufopa: “Acredito que o caminho está satisfatório. Vejo como muito importante a participação dos gestores das unidades acadêmicas, dos campi, dos órgãos suplementares, das pró-reitorias. Essas pessoas são patrocinadoras da cultura do planejamento institucional. Com isso, acredito que o resultado será muito bom. Destaco também o trabalho de condução do pró-reitor de Planejamento. Por mim, pode homologar o documento. Está muito bom”.

O diretor do Instituto de Ciências da Educação (Iced), Edilan Quaresma, avalia a própria participação no processo de finalização do PDI: “É uma participação realmente necessária, uma vez que o PDI implementa uma política institucional considerando toda a abrangência da universidade. Mas as ações específicas se dão nas unidades e subunidades acadêmicas. Então, há a uma necessidade real da nossa participação. Por isso estamos aqui para contribuir com a construção das políticas institucionais que serão implementadas”.

O pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan), Rogério Cruz, adianta quais serão os próximos passos: “Fazer a consolidação do que foi trabalhado nos últimos três dias aqui, que é elaborar o mapa estratégico, que por sua vez vai ser base para nossa agenda estratégica. Também vamos trabalhar para consolidar este espaço de debate sobre o seu planejamento, como um verdadeiro espaço de debates, e em seguida finalizar nosso Projeto Político Pedagógico, que lança as bases para respostas a algumas perguntas, como por exemplo, na perspectiva da gestão de pessoas, infraestrutura, extensão, ensino; e então, a partir daí, fazer a entrega do documento para a comunidade”. Cruz chama a atenção para outro aspecto acerca do PDI: “Este não será um documento apenas da Ufopa, o PDI pertence à região Oeste do Pará”.

Para a pró-reitora de Ensino de Graduação (Proen), Solange Ximenes, a participação nos debates é estratégica: “Somos nós da Proen que ajudamos a definir as políticas de ensino de graduação da universidade; e dentro do PDI existe um Projeto Pedagógico Institucional, o PPI, que compõe esse todo onde estão previstas as políticas de graduação integradas às ações de pesquisa e de extensão. Nesse sentido, pensar esse planejamento para os próximos anos é fundamental e o trabalho neste seminário ajuda a universidade a definir suas diretrizes e metas de atuação, e de que modo vai interagir com a sociedade na definição dessas ações”.

Desde que foi criada, em 2010, a Ufopa previu a estrutura multicampi. Porém, só em 2017 os seis campi foram instalados. Entre eles o de Alenquer, dirigido pela Profa. Lidiane Leão. “Nesse contexto, a inclusão dos campi no PDI é fundamental para atingirmos os objetivos institucionais multicampi, que são o sentido de existência da nossa universidade. Temos agora a oportunidade de inserir objetivos estratégicos, indicadores e ações, bem como metas específicas para os campi”.

Durante o seminário os participantes debateram a construção da visão, missão e objetivos estratégicos, bem como os indicadores da Ufopa que irão nortear todas as ações da universidade nos próximos anos. Ao todo estão sendo elaborados 18 objetivos estratégicos, ainda em construção, e preparativos para a redação final. Entre eles, o fortalecimento da transparência institucional e o controle social, a ampliação e a adequação da infraestrutura física e tecnológica, garantindo a acessibilidade, o estímulo à motivação e à valorização dos servidores com foco em resultados institucionais, além da formação de cidadãos aptos para o mundo do trabalho, com ênfase no desenvolvimento sustentável da região amazônica.

Comunicação/Ufopa

7/11/2018

Equipe de finalização do PDI 2019-2024. Foto: Lenne Santos (Comunicação/Ufopa).

Notícia em destaque