Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Ultima atualização em 13 de Junho de 2022 às 15:56

Núcleo Universitário de Rurópolis implementa Espaço Agroecológico


/media/file/site/ufopa/imagens/2022/e6fec6e9be96957d4c02928fb259005f.jpg
Discentes construíram o Espaço com orientação dos professores do curso de Agronomia. Foto: Acervo do curso de Agronomia/Rurópolis.

 

O Núcleo Universitário de Rurópolis da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) ganhou um Espaço Agroecológico, fruto do trabalho coletivo de discentes e servidores do curso de Agronomia. O Espaço, que vem sendo construído desde o mês de abril, funcionará como unidade didática multidisciplinar de ensino, pesquisa e extensão.

A professora Danielle Wagner, que coordena o curso em Rurópolis, explica que o Espaço integra o projeto Cultivando o Futuro. “Fazendo alusão aos quintais produtivos, sistemas tão importantes na promoção de segurança alimentar e nutricional no campo e na cidade, a implementação desse Espaço no entorno da estrutura predial que abriga o curso de Agronomia em Rurópolis objetiva propiciar ambiente para realização de aulas práticas de diversas disciplinas, além de incentivar a pesquisa e a extensão universitária”.

“Além disso, as atividades realizadas contribuem para o desenvolvimento de habilidades e competências profissionais ao conectar os e as discentes com diversos temas da Agronomia e do mundo rural, bem como promove sociabilidade no ambiente acadêmico”, complementa a coordenadora.

 

/media/file/site/ufopa/imagens/2022/09bf93b4e28189c0771725c73bcb534e.jpg
Atividades ocorreram em forma de mutirão. Foto: Acervo do curso de Agronomia/Rurópolis.

 

Marcando o início as atividades práticas presenciais do curso, o primeiro mutirão ocorreu nos dias 2 e 3 de abril sob a orientação das professoras Danielle Wagner e Maria Lita Romano, com o apoio de Noely Silva, secretária local do curso.

Depois, foram realizados mais três mutirões em abril e maio. Os discentes construíram a composteira e o canteiro suspenso; fizeram a semeadura, transplantio de mudas e aplicação de bioinseticida; e foram orientados sobre a importância de elaboração de instrumentos de registro e gestão das atividades.

Na disciplina de Botânica, ministrada pelo professor Edgard Tribuzy, a turma produziu as mudas de hortaliças, que foram utilizadas no plantio dos canteiros. Os insumos para a compostagem foram coletados pelos próprios discentes em fazendas locais.

 

/media/file/site/ufopa/imagens/2022/91816fdcf83d6ceace1e04d059343796.jpg
Primeira turma do curso, ofertado pelo Programa Forma Pará em parceria entre Ufopa, Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) e Prefeitura de Rurópolis. Foto: Acervo do curso de Agronomia/Rurópolis.

 

Todos os discentes que participaram estão em dia com a vacinação contra a covid-19 e demonstraram dedicação e expectativa com as aulas práticas. Nas palavras de Egídio Sampaio: “Foi uma experiência muito gratificante e enriquecedora: o entrosamento da turma, os trabalhos coletivos e o aprendizado sobre as práticas na produção de adubo orgânico e a construção de canteiros. Foi só o primeiro passo na construção do nosso espaço agroecológico, novas ações serão planejadas e executadas em breve”.

O discente Carlos Robson também compartilhou o que achou: “Para o andamento do curso, os dias de trabalho, não apenas o prático, mas o de planejamento, incentivaram parte dos alunos a direcionar seus experimentos nesse sentido, buscando trabalhar com produções sustentáveis, utilização de técnicas que podem proporcionar boa produtividade sem a utilização de defensivos e melhorando a nutrição das plantas, tornando-as assim mais resistentes a determinados ataques de alguma praga ou doença”.

No Espaço, são realizadas atividades de limpeza, construção de canteiros, preparo de substratos, montagem de pilhas de compostagem, produção de adubo orgânico, semeadura e tratos culturais em hortaliças, frutíferas e plantas ornamentais.

Futuramente, há a intenção de diversificar a produção por meio do cultivo de frutíferas, hortaliças e plantas medicinais e da criação de animais, de peixe e de abelhas. A primeira colheita da horta está prevista para a segunda semana de junho.

Na realização dos mutirões, a ação teve apoio do Instituto de Biodiversidade e Florestas (Ibef); da Secretaria Municipal de Educação de Rurópolis, em especial do servidor Osvaldo de Holanda, mais conhecido como “Pororoca”; da Secretaria Municipal de Infraestrutura de Rurópolis; e da Fazenda Neres, além de outros parceiros.

Mais informações sobre o curso no Instagram @agroruropolis.ufopa.

Comunicação/Ufopa
13/06/2022

Notícia em destaque