Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Seminário de Políticas Públicas reúne pesquisadores na Ufopa


26 de Novembro de 2018 às 18:34

Na tarde de segunda-feira, 26, foi iniciada a programação do II Seminário de Pesquisa em Políticas Públicas e Dinâmicas Territoriais na Amazônia (II SEPDAM). A iniciativa é do grupo de pesquisa CNPq "Políticas Públicas e Dinâmicas Territoriais na Amazônia" (GPDAM), vinculado ao curso de Gestão Pública e Desenvolvimento Regional (GPDR) da Ufopa. A programação segue até quarta-feira, 28 de novembro, no auditório Wilson Fonseca da Unidade Rondon, em Santarém.

Com o objetivo de promover o debate da execução de políticas públicas na Amazônia e de como os reflexos de tais políticas são notados no espaço urbano e rural dos estados da Amazônia brasileira, o seminário teve a solenidade de abertura realizada pelo pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação Tecnológica (Proppit), Domingos Diniz, entre convidados de vários estados do Brasil.

Além da palestra de abertura, com abordagens relevantes sobre o tema do evento, ministrada pelo Prof. Dr. Ricardo Gilson da Costa Silva, da Universidade Federal de Rondônia (Unir), a programação do primeiro dia ainda teve um ponto alto, com o lançamento de dois livros: Amazônia: dinâmica agrária e territorial contemporânea, organizado por Ricardo Gilson da Costa Silva (Unir/RO), Luís Augusto Pereira Lima (Unir/RO) e Francilene Sales da Conceição (Ufopa); e Floresta Nacional do Tapajós: território, economia, gestão e manejo de recursos naturais da Amazônia, de Márcio Júnior Benassuly Barros (Ufopa).

Para Márcio Benassuly, organizador do evento, as ações que estão sendo abordadas fazem parte de um conjunto de políticas públicas que estão em execução e que precisam ser investigadas. “Vivemos numa região em que muitas coisas estão acontecendo e que precisam ser vistas com mais análise”, explica, enfatizando que o seminário busca o entendimento no que cada política contribui com o desenvolvimento da região, e analisa que a Ufopa, por estar na Amazônia, tem o papel fundamental pra criar as estratégias de investigação e tem como aglutinar pesquisadores.  

Sobre o livro lançado, Benassuly esclarece sua importância porque traz um conjunto de experiências obtidas nas comunidades de São Domingos, Maguari e Jamaraquá, na Floresta Nacional do Tapajós (Flona) e sinaliza para um modelo de floresta em pé. “Focamos o extrativismo, coleta de sementes, coletas de raízes, incentivo ao ecoturismo, à produção de biojoias e outros produtos com uso dos recursos da floresta. É um modelo interessante e que contrasta com o modelo existente na Flona. Mostra que práticas sustentáveis são viáveis na região”.   

O palestrante e também um dos organizadores do livro Amazônia: dinâmica agrária e territorial contemporânea, Dr. Ricardo Gilson da Costa Silva, explicou que a obra é voltada para a grandiosidade da Amazônia por ser uma fronteira agrícola. “Essa função de produtora de alimentos impacta nos territórios culturais, dos povos indígenas, pescadores, quilombolas, dos extrativistas e também áreas protegidas, e estamos num campo no qual o modelo de floresta derrubada tende a crescer e implica na desagregação social nas áreas rurais e ataque ao que chamamos de povos e comunidades tradicionais amazônicos”.

Ele esclareceu que a união de vários pesquisadores da Amazônia para elaborar o livro ocorreu a partir do conhecimento que tiveram em vários encontros na região. “São alguns trabalhos muito significativos para proporcionar à sociedade uma leitura sistematizada dos processos agrários territoriais que ocorrem na Amazônia”.

No período da noite de segunda-feira, 26, o Seminário encerrou-se com a mesa-redonda “Políticas urbanas e dinâmicas territoriais na Amazônia: ações e resistências”, com a participação de palestrantes da UNB, Ufopa, UFPA e Uepa.

Nesta terça-feira, 27, o Seminário continua a partir das 9h, com o minicurso “Cartografia básica temática”.

Confira aqui o álbum de fotos da abertura do Seminário.

Veja aqui a programação completa.

Comunicação/Ufopa

26/11/2018

Fotos: Ayla Tapajós/Estagiária de Jornalismo

Notícia em destaque