Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Ufopa terá doutorado em rede em Educação na Amazônia


9 de Abril de 2019 às 17:28

Aprovado pela Capes o primeiro doutorado em educação em rede do Brasil, denominado Educação na Amazônia (EducaNorte). A rede é formada por 40 pesquisadores de oito universidades federais e uma universidade estadual da região Norte. Além da Ufopa, integram a rede as universidades federais do Pará (UFPA), do Amazonas (Ufam), do Tocantins (UFT), do Acre (UFAC), do Amapá (Unifap), de Roraima (UFRR), de Rondônia (Unir) e a Universidade Estadual do Amazonas (UEA).

Anualmente, serão abertas no total 50 vagas para a formação de novos doutores, estudando, prioritariamente, a educação na Amazônia. A Ufopa será uma das instituições-polos do EducaNorte e contará com 8 vagas.

A intenção é acelerar o processo de formação e ampliar o número de novos doutores nessa área, fortalecendo uma rede de pesquisadores qualificados que compreendem a educação regional de forma integrada. 

O doutorado teve o apoio efetivo do Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa da Região Norte (Forprop-Norte) e está estruturado em torno de três linhas de pesquisa, que são subáreas específicas da área de Educação: 1) Formação do Educador, Práxis Pedagógica e Currículo; 2) Estado, Políticas Públicas e Gestão da Educação; e 3) Saberes, Linguagem e Educação. 

Como se trata de uma proposta em rede, a gestão do curso será colegiada, através de um conselho gestor, com um representante de cada instituição. As aulas também serão realizadas de forma compartilhada, com turmas presenciais em cada instituição, integradas por meio de videoconferência, sempre com professor responsável em cada sala de aula.

Fazem parte do corpo docente os professores doutores Anselmo Colares, Percival Leme Britto, Tânia Brasileiro, José Ricardo Mafra, Sinara Almeida, Solange Ximenes e Lília Imbiriba Colares. A previsão é que o edital do processo seletivo seja divulgado ainda este ano.

Comunicação/Ufopa

9/4/2019

Notícia em destaque