Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Universidade multicampi: Campus de Itaituba terá sede própria


13 de Junho de 2018 às 12:17

Obra será licitada ainda este ano.

A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) vai investir mais de R$ 6 milhões na construção da sede do Campus de Itaituba, que atualmente funciona em um imóvel alugado no município. Orçada em R$ 6.250.000,00, a obra será licitada ainda em 2018, com prazo de execução previsto para ocorrer em 36 meses. A ação integra o Plano Emergencial de Infraestrutura da Ufopa, elaborado pela Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) e pela Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (Proplan), que prevê a construção de um prédio padrão, nos mesmos moldes de Alenquer, em Itaituba.

“Já temos o orçamento destinado para esse ano e a obra deverá iniciar agora em 2018”, afirma a vice-reitora da Ufopa, Aldenize Ruela Xavier. Com quatro pavimentos, o prédio terá salas de aula, laboratórios, ambientes para professores, biblioteca, auditório, secretaria acadêmica, área de convivência, além da estrutura de banheiros e elevador, garantindo, assim, acessibilidade e conforto a alunos, professores e corpo técnico.

O prédio será construído em terreno doado pela Prefeitura Municipal de Itaituba à Ufopa, localizado ao lado do Campus do Instituto Federal do Pará (IFPA), situado no bairro Maria Magdalena. “Vale ressaltar o fato da proximidade da futura sede do IFPA, possibilitando maior desenvolvimento para a área vizinha dessas duas instituições, resultando na formação de um bairro universitário”, destaca o diretor do campus, Luamim Sales Tapajós.

“No caso de Itaituba, fizemos um acordo com os servidores, especificamente com o diretor que vai atuar na obra. Ele já está com o projeto em mãos, fazendo toda a adaptação do layout, em parceria com a Sinfra, que é responsável por todas as obras da Universidade”, explica Aldenize Xavier. “Como o curso de lá é o de Engenharia Civil, toda a parte de planejamento e fiscalização também vai envolver os servidores de Itaituba. Essa parceria vai ser importante para garantir que tenhamos as condições administrativas de operacionalizar a obra”.

Com seis professores e nove técnicos administrativos, o Campus de Itaituba oferta o curso de Engenharia Civil, que possui duas turmas ingressantes: a de 2017.2, com 28 alunos; e a de 2018.2, com 40. “É grande a expectativa da comunidade acadêmica para a construção da sede, uma vez que o prédio alugado que hoje abriga o Campus de Itaituba não atende às necessidades dos alunos e servidores, bem como não atende às especificidades do curso de Engenharia Civil, principalmente em relação aos espaços para laboratórios”, afirma Luamim Tapajós.

Comunicação/Ufopa

13/6/2018

Maquete eletrônica do prédio de Itaituba