[1]
N. J. C. de Castro, “Memórias de um mercado em abandono”, RCS, vol. 2, nº 3, p. 319-329, ago. 2018.