Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!

Perguntas Frequentes

30 de Janeiro de 2018 às 17:56

GERAL

1. O que é extensão universitária?

Extensão é um processo educativo, cultural, científico e tecnológico articulado ao ensino e à pesquisa, de modo indissociável, que promove a relação transformadora entre a Universidade e a sociedade por meio de ações acadêmicas que visem tanto a qualificação prática e a formação cidadã do discente quanto a melhoria da qualidade de vida da comunidade envolvida.

 

2. Quais as normatizações da extensão universitária na Ufopa?

> Regimento da Ufopa

> Plano de Desenvolvimento Institucional

> Política Institucional de Extensão da Ufopa

> Portaria Procce nº 75, de 13 de agosto de 2015

> Resolução nº 254, de 2 de julho de 2018

 

3. O que faz a Diretoria de Cultura da Ufopa?

Realiza e apoia ações culturais da Ufopa, recebendo e apreciando projetos da comunidade acadêmica, assessorando-os na avaliação, divulgando eventos e ações e gerenciando o uso de espaços culturais.


4. Quais as normatizações da cultura na Ufopa?

> Regimento da Ufopa

> Plano de Desenvolvimento Institucional

> Política de Cultura da Ufopa

> Plano de Cultura da Ufopa 2015-2017

 

5. O que é o Plano de Cultura?

O Plano de Cultura é um dos instrumentos da Política de Cultura da Ufopa, elaborado a cada dois anos com a participação da comunidade acadêmica e sociedade em geral. Abrange ações, programas, projetos e propostas da comunidade acadêmica relacionadas ao fomento, intercâmbio e promoção da cultura.


AÇÕES DE CULTURA E EXTENSÃO

 

1. O que são programas e projetos de cultura e extensão?

Programa de cultura e extensão é um conjunto articulado de Ações de Extensão de médio e longo prazo, que visem resultados de mútuo interesse para a sociedade e para a comunidade acadêmica, contemplando os princípios da Política Institucional de Extensão Universitária da Ufopa. Deverá ser executado em no mínimo dois e no máximo quatro anos, podendo ser prorrogado por igual período de vigência. Ao ser cadastrado, deverá conter, no mínimo, dois projetos a ele vinculados, sendo que todas as ações integrantes deverão apresentar objetivos articulados e complementares.

Projeto de cultura e extensão é um conjunto de ações contínuas, com objetivos específicos e prazo determinado, que visem resultados de mútuo interesse para a sociedade e para a comunidade acadêmica, contemplando os princípios da Política Institucional de Extensão Universitária da Ufopa. Deverá apresentar vigência mínima de seis meses e máxima de um ano, podendo ser prorrogado por igual período. O projeto poderá ser proposto de forma isolada ou vinculado a um programa.


2. Quais os procedimentos para cadastrar programa ou projeto de cultura e extensão na Procce?

Para cadastrar um programa ou projeto de cultura e extensão na Procce é necessário ser docente ou técnico administrativo da instituição, com formação de nível superior, em efetivo exercício de suas atividades na Ufopa.

Caso o programa ou projeto seja de origem de Unidade Administrativa, a proposta deverá ser aprovada pela chefia da unidade e posteriormente pelo Comitê de Extensão da Ufopa, para então ser cadastrada na Procce.

Programas ou projetos oriundos de Unidades Acadêmicas ou Campi fora de sede devem ser aprovados pela Comissão de Avaliação de Extensão e homologadas pelo Conselho da Unidade ou Campus.

> Procedimentos e formulários para cadastro de programas e projetos de cultura e extensão

 

3. Quais são os programas e projetos cadastrados na Procce?

> Histórico de programas e projetos de cadastrados na Procce

> Programas e projetos vigentes na Procce


4. Como cadastrar colaborador em programa ou projeto de cultura e extensão?

O coordenador deve indicar o colaborador no momento do cadastro do programa ou projeto de cultura e extensão, inserindo o nome e as atividades a serem realizadas pelo colaborador, conforme os roteiros estabelecidos pela Procce.

Caso o programa ou projeto já tenha sido cadastrado, faz-se necessária a entrega de um plano de trabalho, aprovado pela unidade acadêmica ou administrativa de origem do colaborador.

> Formulários de cadastro


5. Posso cadastrar colaborador externo em programa ou projeto?

Sim. O procedimento é o mesmo adotado para cadastro de colaboradores internos.


6. Como prorrogar ou renovar um programa ou projeto de cultura e extensão na Procce?

A solicitação de prorrogação ou renovação da vigência de programa ou projeto de cultura e extensão deverá ser realizada pelo coordenador da ação mediante entrega do Relatório de Atividades à sua unidade acadêmica ou administrativa, para aprovação.

Para fins de prorrogação, a solicitação deve ser realizada quando este ainda estiver vigente, pelo menos 30 dias antes do encerramento de sua vigência.

Já a renovação será solicitada caso sua vigência já tenha encerrado.

> Procedimentos e formulários para prorrogação ou renovação de programas e projetos de cultura e extensão

 

7. Como faço para encerrar um programa ou projeto de cultura e extensão cadastrado na Procce?

O coordenador da ação deverá entregar o relatório final de atividades à unidade acadêmica ou administrativa para aprovação, informando a finalização do programa ou projeto. Após isso, a unidade acadêmica encaminha o relatório à Procce, juntamente com sua aprovação.

> Modelo de relatório de extensão

 

8. Como cadastrar discentes voluntários em programas e projetos de cultura e extensão?

O coordenador deverá indicar o estudante voluntário no momento do cadastro do programa ou projeto, inserindo o nome e as atividades a serem realizadas pelo discente, conforme os procedimentos estabelecidos pela Procce. O único documento que deve ser acrescentado aos autos do processo é o atestado de matrícula do estudante.

Caso a vinculação do discente voluntário ocorra após o cadastro do programa ou projeto de extensão, faz-se necessária a entrega de um plano de trabalho simplificado, assinado pelo discente e seu orientador, conforme modelo disponível na página de formulários da Procce.

> Modelo de plano de trabalho para estudante voluntário


9. Como cadastrar cursos e eventos de cultura e extensão na Procce?

Deve-se preencher a ficha cadastral e entregar na Procce, assinada pelo coordenador da ação e pelo dirigente máximo da unidade acadêmica ou administrativa de origem. Após a realização do evento, deve ser entregue também o relatório da ação, a cópia do registro de frequência dos participantes e a planilha em Excel contendo nome, e-mail e CPF de todos os participantes aptos à certificação.

> Formulários de cadastro, relatoria e certificação de ações de cultura e extensão

 

10. Como solicitar emissão de certificados para um curso ou evento de cultura e extensão que coordenarei?

Para solicitar à Procce a certificação para qualquer ação de cultura ou extensão, é obrigatório que esta ação esteja devidamente cadastrada. A solicitação é feita no próprio formulário de cadastro. Após a realização do evento, deve ser entregue também o relatório da ação, a cópia do registro de frequência dos participantes e a planilha em Excel contendo nome, e-mail e  CPF de todos os participantes aptos à certificação.

> Formulários de cadastro, relatoria e certificação de ações de cultura e extensão


11. Como solicitar empréstimo de equipamentos para ações de cultura e extensão?

A Procce disponibiliza para servidores equipamentos como caixas de som, mesa de som, microfones, filmadoras, teclado, piano, data show, painéis expositores, porta-banners e tela de projeção. O empréstimo deve ser solicitado no formulário de cadastro de ação. Ao efetuar a retirada do equipamento, o coordenador deve ainda assinar o Termo de Responsabilidade de Guarda e Uso de Equipamentos e, em caso de movimentação do bem entre as Unidades Amazônia, Tapajós e Rondon ou entre campi, solicitar a Guia de Movimentação de Bens Patrimoniais a ser emitida pela Procce, conforme as regras estabelecidas pela Diretoria de Almoxarifado e Patrimônio (DAP/Proad).

> Modelo de Termo de Responsabilidade de Guarda e Uso de Equipamentos

 

EDITAIS

 

1. Quais os requisitos para concorrer ao edital Pibex como docente?

Os principais requisitos para concorrer aos editais Pibex, como docente orientador, estão elencados a seguir, mas podem ocorrer alterações em cada edital publicado:

a) ser docente do quadro permanente da Ufopa, em regime de trabalho de 40 horas semanais, com ou sem dedicação exclusiva, desde que:

b) submeter proposta de plano de trabalho relacionada ao programa ou projeto ao qual o proponente esteja vinculado, que tenha natureza acadêmica e que apresente relação com a sociedade e tenha relevância social.

Para participar, é necessário ficar atento à publicação dos Editais no site da Procce.

 

2. Como participar do Pibex como bolsista?

Por meio dos editais do Pibex é feita a seleção de planos de trabalho submetidos por docentes da Ufopa. Os docentes que tiverem propostas aprovadas deverão indicar discentes para desenvolver os planos e receberem as bolsas. O docente orientador tem liberdade para a escolha do discente bolsista, podendo ou não realizar a seleção por meio de edital específico.

Além dos requisitos definidos pelo docente orientador, para ser bolsista Pibex é necessário:

a) estar regularmente matriculado em curso regular de graduação da Ufopa;

b) não ter concluído outro curso de graduação, exceto os bacharelados interdisciplinares da Ufopa, desde que tenha prosseguido o percurso acadêmico;

c) não ter reprovação por falta em seu histórico acadêmico;

d) ter disponibilidade mínima de 20 (vinte) horas semanais para dedicação à execução do plano de trabalho, sem prejuízo das atividades acadêmicas do curso;

e) não possuir vínculo empregatício;

f) não estar vinculado a outro tipo de bolsa de fomento proveniente de órgãos públicos, exceto bolsa do Programa Nacional de Assistência Estudantil, no âmbito da Pró-Reitoria de Gestão Estudantil;

g) não estar matriculado e cursando o primeiro, penúltimo ou último semestre do curso de graduação;

h) ser titular de conta corrente em qualquer banco, não sendo permitida conta conjunta ou conta poupança;

i) não apresentar pendências junto à Procce, Proppit e Proen;

j) ter ingressado na Ufopa por meio de ações afirmativas ou encontrar-se em situação de vulnerabilidade socioeconômica – obrigatório somente para Pibex-AF.

Para participar, é necessário ficar atento à publicação dos Editais no site da Procce.


3. Quais estudantes que fazem parte do Pibex atualmente?

Acesse aqui a lista de discentes atualmente participantes do Pibex e seus respetivos planos de trabalho e orientadores.

 

4. Como faço receber auxílio para a participação em eventos?

Todos os anos são publicados pela Procce editais para seleção de discentes de graduação para o recebimento de auxílio para:

Para participar, é necessário ficar atento à publicação dos Editais no site da Procce.


APRESENTAÇÕES CULTURAIS


1. Como solicitar apresentação do Coral da Ufopa?

Realizado em parceria com o Instituto Wilson Fonseca e a Escola de Música da UFPA, o Coral da Ufopa tem em seu repertório músicas brasileiras e regionais. Para solicitar apresentações, é necessário enviar memorando à Diretoria de Cultura com informações detalhadas do evento e antecedência de 15 dias.


2. Como me cadastrar para participar de eventos como agente cultural?

Discentes, professores, técnicos e terceirizados que atuam em qualquer segmento artístico (músicos, artesãos, atores, artistas plásticos, cantores, grafiteiros, cerimonialistas, produtores culturais, escritores, poetas, dançarinos, etc.) podem preencher o formulário online para divulgar seus trabalhos em eventos institucionais, além de gerar indicadores para projetos e buscar recursos para ações culturais.

> Formulário de cadastro de agentes culturais

 

AUDIOVISUAL


1. O que é o Estúdio de Áudio e Vídeo?

Vinculado à Diretoria de Cultura, o Estúdio de Aúdio e Vídeo produz conteúdo de áudio e vídeo de programas, projetos e ações culturais de modo a contribuir com a promoção da cidadania e da diversidade cultural, social e política.

 

2. O que é o NPD Tapajós?

O Núcleo de Produção Digital do Tapajós é fruto da parceria entre a Ufopa e o Ministério da Cultura (MinC) para estímulo do audiovisual na região Oeste do Pará, por meio de ações de capacitação, produção e difusão do audiovisual. É mobilizado por um grupo formado por membros da Procce, empresas e entidades da sociedade civil.

 

3. Como solicitar ações do Estúdio de Áudio e Vídeo?

Filmagens e edições de vídeos podem ser solicitadas no preenchimento da ficha de cadastro de ações de cultura e extensão. Nos demais casos, a solicitação pode ser feita por memorando à Diretoria de Cultura e avaliada conforme a disponibilidade da equipe.

Para utilizar equipamentos de filmagem e edição, como câmeras, microfones, iluminação e ilhas de edição, é preciso solicitar o empréstimo à Diretoria de Cultura via memorando, contendo justificativa, período e equipamentos necessários.

 

4. Como solicitar empréstimo de obras audiovisuais?

A Procce detém um acervo com 970 títulos do cinema nacional, disponíveis para atividades de ensino, extensão e cultura. O empréstimo deve ser solicitado na ficha de cadastro de ações de cultura e extensão ou via memorando, se for para atividade didática.

 

DOCUMENTOS

 

1. Como solicitar uma declaração negativa de pendências na Procce?

Declarações negativas de pendências podem ser solicitadas diretamente via e-mails extensao@ufopa.edu.br ou cultura@ufopa.edu.br ou mediante o preenchimento de requerimento a ser entregue na Procce.

> Modelo de requerimento


2. Como solicitar certificado de ações de cultura e extensão que participei?

Atualmente os certificados emitidos pela Procce podem ser baixados diretamente no sistema de certificação da Ufopa, acessando o site  www.ufopa.edu.br/certificados e inserindo o seu CPF no campo indicado.

Caso o certificado não esteja disponível, envie a solicitação para os e-mails extensao@ufopa.edu.br ou cultura@ufopa.edu.br ou preencha o requerimento e entregue na Procce.

> Modelo de requerimento