Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!

Mais 2 cursos de graduação da Ufopa foram avaliados pelo INEP com conceito 4


17 de Dezembro de 2019 às 16:34

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proen), por meio da Diretoria de Ensino e da Seção de Regulação de Curso, informa que neste mês a Ufopa recebeu duas visitas in loco de avaliação realizada pelo Inep.

A primeira visita ocorreu nos dias 02 e 03 e avaliou o curso de bacharelado em Biotecnologia da sede. Posteriormente, nos dias 09 e 10, foi avaliado o curso de bacharelado em Ciências Biológicas do Campus de Oriximiná. Ambos obtiveram conceito 4, numa escala de 1 a 5. Foram avaliadas as dimensões organização didático-pedagógica, corpo docente e infraestrutura.

De acordo com a Comissão que avaliou o curso de Biotecnologia, “As documentações necessárias para a avaliação foram disponibilizadas pela instituição, as agendas foram realizadas conforme previsto, o que permitiu avaliar o curso, tanto nos aspectos documentais, quanto nos aspecto físicos, metodológicos, curriculares, a partir das elucidações dos gestores, alunos, professores, NDE, CPA e coordenação do curso. Assim, de acordo com a legislação vigente de avaliação do ensino superior, as Diretrizes da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES), o Curso de Biotecnologia da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), oferecido no Campus de Santarém, PA, possui atributos para obter a Renovação de Reconhecimento, considerando todos os requisitos legais e normativos à avaliação deste ato”.

O curso de Ciências Biológicas do Campus de Oriximiná também foi avaliado de forma satisfatória pela Comissão do Inep, a qual destacou: “A avaliação in loco realizada na Universidade Federal do Oeste do Pará para cumprimento do ato regulatório de reconhecimento do Curso Superior de Bacharelado em Ciências Biológicas - modalidade presencial - transcorreu de forma satisfatória e dentro do escopo proposto. Desde o primeiro contato com a IES para o agendamento da visita até a finalização da mesma, os prazos estabelecidos foram cumpridos e as solicitações atendidas. Dessa forma, foi possível realizar a análise documental e agenda de reuniões de acordo com o planejamento e com a participação ativa de todos os envolvidos. O acesso às instalações do Campus para observação e avaliação da infraestrutura foi facilitado e muito produtivo, uma vez que fomos acompanhados pela Coordenadora do curso. Os documentos estavam organizados, em pastas identificadas e separadas por tópicos, de acordo com a dimensão a ser avaliada. Isso foi fundamental para a eficácia da avaliação in loco, evitando possíveis divergências e retrabalho. A sala reservada para o trabalho dos avaliadores contava com mesa para reuniões, climatização ambiente, dois laptops conectados à internet e impressora, possibilitando total autonomia para o desenvolvimento da avaliação. Nesse contexto, não há o que pontuar negativamente, ao contrário, cabe ressaltar o posicionamento proativo da Instituição avaliada frente às atividades realizadas pela comissão avaliadora”.

 

Proen/Ufopa

17/12/2019