Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!

Universidade Federal do Oeste do Pará

Ultima atualização em 26 de Abril de 2024 às 14:21

Afroliq lança Prêmio Educador e Educadora Antirracista 2024


Cerimônia de lançamento será no próximo dia 30, às 17h, no auditório da Unidade Rondon.

O Grupo de Pesquisa em Literatura, História e Cultura Africana, Afro-Brasileira, Afro-Amazônica e Quilombola (Afroliq) da Ufopa, em parceria com o Instituto de Ciências da Educação (Iced), lançará na próxima terça-feira, 30, em Santarém, o Prêmio Educador e Educadora Antirracista 2024. A finalidade é incentivar e premiar os professores e professoras da educação básica de Santarém e demais municípios da região, que desenvolvem projetos e práticas pedagógicas antirracistas nas escolas, Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs) e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs).

Considerando as experiências de pesquisa desenvolvidas pelo Afroliq, em especial no âmbito do Projeto Kiriku, o prêmio justifica-se também pelas necessidades de fortalecimento do combate às variadas práticas racistas que ainda hoje circulam na educação básica, bem como de promoção de uma educação efetivamente antirracista que não trate do tema étnico-racial apenas nas chamadas “datas comemorativas”, a exemplo do “Dia da Consciência Negra”, ou em atividades esporádicas e isoladas do currículo e do ensino oferecido pela unidade educacional.

Nesse sentido, o Prêmio Educador e Educadora Antirracista 2024 é uma ação educacional e política de defesa e promoção de uma educação antirracista permanente, razões que levaram à escolha de um símbolo africano, o “adinkra aya” ("samambaia"), para representar o prêmio. A palavra significa “eu não tenho medo de você”. "Aya" é “símbolo de resistência, desafio às dificuldades, força física, perseverança, independência e competência” (do livro Adinkra: sabedoria em símbolos africanos, de Elisa Larkin Nascimento e Luiz Carlos Gá, editora Pallas, 2009).

Serviço: Lançamento do Prêmio Educador e Educadora Antirracista 2024

  • Data: 30 de abril de 2024

  • Horário: 17h

  • Local: Auditório Wilson Fonseca, Unidade Rondon/Campus Santarém da Ufopa

  • Na ocasião será apresentado o regulamento do prêmio aos professores e professoras da educação básica.

Premiação – A proposta prevê a entrega de um prêmio no valor de R$ 10 mil ao(à) educador(a) que apresentar o projeto ou prática pedagógica vencedora. A entrega do prêmio está prevista para o dia 20 de novembro de 2024, Dia da Consciência Negra.