Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Campus Oriximiná

Como Chegar

7 de Junho de 2019 às 14:46


Oriximiná, Pará

A cidade de Oriximiná fica localizada na Mesoregião do Baixo Amazonas, o acesso ao município é feito exclusivamente por vias hidroviárias, através de lanchas e ferry boats. As viagems acontecem de domingo a sexta, saindo dos portos de Santarém.


                                                                              Praça do Centenário

Dados Históricos

O atual município de Oriximiná, localizado na zona fisiográfica do Baixo Amazonas, teve início em 1877, quando o Padre José Nicolino de Souza, natural de Faro, desbravou a região e fundou uma povoação denominada Uruá-Tapera ou Mura-Tapera, à margem esquerda do rio Trombetas.

Nove anos depois, a então povoação foi elevada à Freguesia de Santo Antônio de Uruá-Tapera, por ato de Joaquim da Costa Barradas, Presidente da Província do Pará e Desembargador do Estado Do Maranhão. Em 1894 Uruá-Tapera adquiriu categorias de Vila e Municúipio, cuja instalação deu-se no mesmo ano. Nessa época, passou a chamar-se Oriximiná e seus limites agrangiam o rio Trombetas, igarapé Sapucuá e Maria Pixi, com respectivo lago, até a boca do igarapé Timbó, seguindo ao Centro.

Com a extinção de Oriximiná, em 1900, o seu território foi dividido entre os municípios de Faro e Óbido. Porém, ficou anexado ao de Óbidos, donde restabeleceu-se, em 1934. A sua reinstalação oficial ocorreu no ano seguinte.

O topônimo de origem indígena é de difícil identificação. Entretanto, por corrupção significa “o macho da abelha” , o “zangão”. Segundo Frei Protásio Frinckel, Pároco do município, Oriximiná é derivado de eruzu-M`ná e quer dizer “muitas praias” ou “minas de praias”. Aos habitantes do lugar dá-se a denominação de “oriximinaenses”.

Gentílico: oriximinaense

Formação Administrativa
Freguesia criada com a denominação de Santo Antônio do Uruá-Tapera, pela lei nº 1288, de 11-1886.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Oriximiná, pela lei nº 174, de 09-06-1894. Instalado em 05-12-1894.
Pela lei nº 729, de 03-04-1900, é extinto a vila de Oriximiná, sendo seu território anexado ao município de Óbidos.
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Oriximina figura no município Óbidos.
Assim permanecendo em divisão administrativa referente ao ano de 1933.
Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Oriximiná, pelo decreto estadual nº 1442, de 24-12-1934.
Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-12-1937, o município é constituído do distrito sede.
No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído do distrito sede.
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.
Alteração toponímica municipal Santo Antônio do Uruá-Tapera para Oriximiná, alterado pela lei nº 174, de 09-06-1894.

População estimada em 2018 72.160 pessoas.
Fonte IBGE

Turismo

Rodeado de belezas o município de Oriximiná disfruta de praias de rio, cachoeiras, igarapés lagos, e muitas outras opções de lazer e diversão. No mês de agosto a festa do padroeiro da cidade, Santo Antônio, atrai centenas de turistas que vem prestigiar o maior círio fluvial noturno do mundo, que acontece no primeiro domingo de Agosto.


      Igreja Matriz de Santo Antônio, enfeitada para o Círio                             Cachoeira do Jatuarana

 

Vídeo institucional do Campus Oriximiná