Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Alunos da Ufopa fazem pesquisa no Festival da Mandioca do Eixo Forte


9 de Outubro de 2019 às 11:31

Alunos da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), do curso Interdisciplinar em Ciências e Tecnologia das Águas (turma 2019) e do curso de Ciências Econômicas (turma CE 2018), realizaram uma pesquisa durante o XVI Festival dos Derivados da Mandioca e Artesanato na comunidade do Irurama, realizado nos dias 4, 5 e 6 de outubro. A comunidade fica localizada na área de Assentamento do Eixo Forte, km 9 da Rodovia Everaldo Martins.

Coordenada pelas professoras Andrea Leão e Sandra Silva, da Ufopa, a pesquisa teve como objetivo analisar o perfil dos visitantes que prestigiaram o Festival.  A partir do resultado do estudo, pretende-se contribuir com os organizadores do evento, para um melhor conhecimento desse público em relação as suas análises sobre a infraestrutura local, atendimento, segurança, gastronomia, preços, atrações culturais e artísticas, dentre outras.

A ação está inserida nas atividades desenvolvidas em duas propostas de pesquisas que são parceiras: o projeto de pesquisa Turismo, Sustentabilidade e Capital Social no Projeto de Assentamento Agroextrativista do Eixo Forte, Santarém - Pará, coordenado pela professora Sandra Silva, do Centro de Formação Interdisciplinar (CFI); e o projeto Formação Socioeconômica da Amazônia: estudos sobre desenvolvimento, sociedade e meio ambiente – Projeto Formaz, coordenado pela professora Andréa Leão, do Instituto de Ciências da Sociedade (ICS).

Anteriormente à etapa da coleta de dados durante o festival, discentes da turma CE 2018 fizeram visita exploratória a três comunidades do Eixo Forte, no dia 21 de setembro, para realizarem a primeira etapa do trabalho, fazendo o levantamento do perfil socioeconômico das comunidades de São Brás, Irurama e Santa Luzia. Momento. Segundo professora Andrea Leão, esse levantamento despertou para a necessidade da ação durante o festival. “em conversa com os representantes da comunidade do Irurama, percebemos a relevância de monitorar o Festival”, disse a pesquisadora. A próxima etapa da atividade será a entrega do relatório da pesquisa realizada durante o festival à comunidade de Irurama, bem como outras ações programadas para essa região.

Comunicação/Ufopa

9/10/2019

Alunos e professores em visita à comunidade Irurama.

Notícia em destaque