Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Comissão de Ética publica recomendações sobre uso de redes sociais e autonomia das unidades acadêmicas


4 de Maio de 2018 às 11:17

A Comissão de Ética da Ufopa publicou, no dia 3 de maio de 2018, documentos com recomendações para os servidores da instituição referentes ao uso de redes sociais e à autonomia das unidades e subunidades acadêmicas para solucionar conflitos de caráter interno. De acordo com os documentos, as recomendações foram elaboradas "após análise de reiteradas demandas" sobre os referidos assuntos, "visando o aprimoramento dos serviços e da gestão pública, comprometida com os primados da ética".

A Recomendação nº 004/2018 ressalta a autonomia das unidades e subunidades acadêmicas dos campi para solucionar divergências de caráter pedagógico ou que se originem na vivência acadêmica. Nesse sentido, a Comissão recomenda que "cumpram-se as formalidades disciplinares costantes do Regimento Geral da Ufopa, para a apuração de divergências entre servidores, chefia e discentes pertencentes ao corpo da Ufopa". O documento ressalta ainda que "os docentes, técnicos e discentes pertencentes ao quadro da Ufopa (...) não descurem dos deveres de legalidade, impessoalidade e moralidade administrativa".

Já a Recomendação nº 005/2018 traz orientações referentes à quebra do regramento ético relacionada a postagens e manifestações de servidores e discentes da Ufopa nas redes sociais com repercussão negativa para a imagem da instituição e da comunidade acadêmica.

Com relação ao tema, o documento recomenda que se evite "a exposição de conflitos oriundos do ambiente de trabalho nas redes sociais", assim como "a exposição de outro servidor ou discente e/ou usuário do serviço a situações vexatórias em manifestações públicas nas mídias sociais, suscitando repercussão negativa à imagem da Ufopa e à imagem dos servidores e/ou usuários".

Confira:

Mais informações na página da Comissão de Ética.

Comunicação/Ufopa

4/5/2018