Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Ultima atualização em 8 de Janeiro de 2021 às 14:33

Ranking mostra Ufopa como universidade mais sustentável do Norte do Brasil


A instituição está em 103º lugar entre as universidades mais sustentáveis da América Latina.

A Ufopa integra a classificação do UI Greenmetric Wold University Rankings 2020. Na classificação geral, ela aparece em 103º lugar entre as mais sustentáveis da América Latina, de acordo com a pesquisa que é liderada pela Universidade da Indonésia e avalia as ações de sustentabilidade de instituições de ensino universitário no mundo.

O Greenmetric avalia seis áreas temáticas: Configuração e Infraestrutura, Energia e Mudanças Climáticas, Resíduos Sólidos, Água, Transporte e Educação e Pesquisa. No total, a pontuação da Ufopa ficou em 3.525, sendo a maior parte referente à Educação e Pesquisa (1.050), seguida de Energia e Mudanças Climáticas (800) e Configuração e Infraestrutura (625).

Pela primeira vez, em dez anos de ranking, aparecem universidades na região Norte do Brasil. Além da Ufopa, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) passou a fazer parte da lista, ocupando a 109ª posição.

A inclusão no ranking é um dos resultados preliminares da tese de doutorado da engenheira ambiental Jacqueline Bailão, no Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Natureza e Desenvolvimento (PPGSND), orientada pelo professor Thiago Almeida Vieira. Um dos objetivos do estudo é avaliar a sustentabilidade da Ufopa a partir de parâmetros internacionais e nacionais. Em nível global, a escolha foi utilizar o classificador do Greenmetric.

“Na análise preliminar, nós identificamos que há os classificadores de universidades sustentáveis. O Greenmetric é um classificador que está sendo bastante utilizado e, de acordo com artigos, está sendo bastante utilizado pelas universidades ao redor do mundo”, explica Jacqueline.

A partir daí, foi feito o levantamento dos dados da Universidade, a partir de consultas feitas aos setores envolvidos e documentos institucionais, e a inserção das informações nos indicadores avaliados.

A pesquisadora destaca que o resultado do ranking é importante para que a instituição tenha “um norte” quanto ao quadro geral de sustentabilidade, porém, afirma que é preciso complementá-lo com outro classificador, usado em âmbito nacional, para que a avaliação seja mais consistente: “Nós vamos fazer uma análise desse resultado do Greenmetric, recorrer a outro classificador e vamos verificar como a Ufopa poderia melhorar e o que já temos de vantagens nessas áreas”.

Para o reitor da Ufopa, Hugo Alex Diniz, “a Ufopa, como a Universidade no coração da Amazônia, tem como um de seus pilares a sustentabilidade. Desde 2018 vem buscando soluções para a produção de energia e gestão de resíduos. Somos um importante ponto de coleta seletiva de lixo na cidade. Investimos cerca de 5 milhões na produção de energia solar, que terá um forte impacto positivo no nosso orçamento de 2021. Iniciamos uma parceria com a Universidade Estadual do Pará (Uepa) para o descarte adequado de nossos resíduos químicos. E vamos continuar avançando a passos largos”.

Confira AQUI a pesquisa com o ranking.

Comunicação/Ufopa

06/01/2021. Atualizada em 08/01/2021

Universidade sustentável. Foto: Vitor Viana.

Notícia em destaque