Desculpe, o seu navegador não suporta JavaScript!
Buscar somente nesse site.

Universidade Federal do Oeste do Pará

Ultima atualização em 13 de Outubro de 2021 às 14:25

Forma Pará: Aula Inaugural dá início ao curso de Engenharia Sanitária e Ambiental em Novo Progresso


Mais de 700 quilômetros separam os municípios paraenses de Santarém, sede da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), e Novo Progresso, já na divisa com o estado do Mato Grosso. Interligados apenas pela BR-163, agora os dois municípios passam a ter uma nova conexão: o curso de Bacharelado em Engenharia Sanitária e Ambiental ofertado pela Ufopa por meio do Forma Pará, programa do Governo do Estado do Pará executado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com a Prefeitura Municipal de Novo Progresso.

Realizada no dia 7 de outubro, a aula inaugural da primeira turma do curso de bacharelado reuniu pela manhã, em um centro de eventos, alunos, professores e autoridades do município. Com o tema “Engenharia Sanitária e Ambiental na sociedade e meio ambiente: atuações, responsabilidades e mercado de trabalho”, a aula foi ministrada pelo professor José Cláudio Ferreira dos Reis Júnior, da Ufopa. À tarde, os novos acadêmicos conheceram as instalações do curso — sala de aula e laboratório de informática — na Escola Municipal Tancredo Neves, onde receberam instruções sobre o acesso ao SIGAA e tiraram dúvidas sobre as atividades acadêmicas do primeiro semestre.

 

/media/file/site/ufopa/imagens/2021/2cf31f0dbabbf63a3096ffa6f0b1eda6.jpeg
Laboratório de Informática da Ufopa em Novo Progresso. Foto: Maria Lúcia Morais.

 

“É importante que nossos alunos entendam o seu papel e os sacrifícios que estão sendo feitos para que possamos cumprir com este sonho. Tudo isto está sendo feito para vocês, nossos alunos”, afirmou o reitor da Ufopa, Hugo Alex Diniz, durante a solenidade. “A nossa Universidade é muito jovem, vai fazer doze anos mês que vem, mas já nasceu diferente, porque ela nasce em sete municípios e com 20 municípios na sua área de abrangência. E foi por conta desse compromisso da Universidade com o Oeste do Pará que chegamos a Novo Progresso”.

“Hoje é um dia de festa, é um dia muito importante, porque marca um momento histórico, da parceria entre o município, o programa Forma Pará e a Universidade Federal do Oeste do Pará”, afirma a secretária Municipal de Educação, Ires Melman. “É uma conquista muito grande, é um sonho da população para que tenhamos um polo de ensino superior, e tenho certeza que todos os acadêmicos estão muito felizes com a vinda do primeiro curso. Gostaríamos de manter a parceria e buscar novos cursos para o nosso município para atender a toda a demanda e expectativa da população”.

Ofertado pelo Instituto de Ciências e Tecnologia das Águas (ICTA), o curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da Ufopa visa a formar profissionais de nível superior capazes de produzir e executar projetos de infraestrutura de saneamento, tais como sistemas hidráulicos prediais, de abastecimento de água, de esgotamento sanitário, de drenagem pluvial, de gerenciamento de resíduos sólidos urbanos, além de participar em trabalhos de gestão ambiental, de recursos hídricos e de saneamento. “Nossa missão é fazer com que todos os nossos alunos se sintam acolhidos, motivados e possibilitar que se tornem profissionais preparados para atuarem no município de Novo Progresso e no restante do país”, afirma o coordenador do curso, Mauro Alexandre Paula de Sousa.

Segundo Mauro de Sousa, a coordenação do curso é responsável por organizar, gerenciar e possibilitar que os alunos de Engenharia Sanitária e Ambiental de Novo Progresso tenham acesso às mesmas condições de ensino que os discentes de Santarém: “Nosso corpo docente é altamente qualificado, pois são os mesmos do curso sede da Ufopa. São professores mestres e doutores com larga experiência profissional e acadêmica, motivados e engajados em repassar suas experiências através de aulas, trabalhos e projetos de engenharia”.

Moradora de Novo Progresso, Edina dos Santos espera concluir o curso em seu prazo mínimo, de cinco anos: “Pra mim é um desafio muito grande, porém é a realização de um sonho. E hoje estou aqui, na aula inaugural. Espero concluir o curso em cinco anos e consiga, com êxito, estar aqui na formatura colando grau”.

Ansiosa pelo início das atividades acadêmicas, Júlia Raquel dos Santos estava muito contente com a conquista de uma vaga no curso da Ufopa: “É realmente uma grande oportunidade. É a primeira universidade federal que vem para Novo Progresso, e estamos muito ansiosas e felizes com essa oportunidade”.

Suas amigas Leide Mesquita e Maria Eulália Lima, calouras presentes na aula inaugural, também partilhavam dos mesmos sentimentos de ansiedade, felicidade e gratidão. “É uma expectativa muito grande, estar em Novo Progresso e receber esse polo da Ufopa na área de Engenharia Sanitária e Ambiental. Estamos muito felizes com a conquista”, afirmou Leide Mesquita. “Estou muito feliz. É um sonho realizado. Fazer parte da primeira turma é muito show”, comemorou Maria Eulália que considera a vinda do curso uma grande oportunidade para o município.

Texto e Fotos: Maria Lúcia Morais — Comunicação/Ufopa

 

Notícia relacionada:

Forma Pará: Calouros de Rurópolis recebem as boas-vindas ao curso de Agronomia da Ufopa

 

 

Calouros do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental de Novo Progresso. Foto: Maria Lúcia Morais.

Notícia em destaque