Você está aqui: Página Inicial Notícias 2017 Abril Ação Popular da Educação do Campo vai denunciar fechamento de escolas rurais

Ação Popular da Educação do Campo vai denunciar fechamento de escolas rurais

O Fórum de Educação do Campo dos Povos das Águas e das Florestas do Baixo Amazonas (FECAFBAM) realizará nos dias 27 e 28 de abril, no auditório do Ministério Público Estadual, a partir das 9h, a I Ação Popular da Educação do Campo. A ação consiste num conjunto de atividades cujo objetivo é "mobilizar educadores e sociedade civil da região do Baixo Amazonas para discutir problemas inerentes ao território rural e às barreiras impostas pelo modelo de produção capitalista".

A I Ação Popular da Educação do Campo dos Povos das Águas e das Florestas do Baixo Amazonas será composta de três momentos: plenária do Fórum de Educação do Campo, Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária e a certificação dos concluintes do Programa Escola da Terra.

Na plenária do Fórum de Educação do Campo do Baixo Amazonas serão divulgadas informações do banco de dados elaborado pelo Fórum Paraense de Educação do Campo, que denuncia o fechamento de escolas do campo na região do Baixo Amazonas, além das precárias condições de infraestrutura das escolas e o problema dos contratos temporários dos docentes.

A Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária integra o Movimento Nacional de Luta pela Reforma Agrária e reconhece os Movimentos Sociais do Campo como sujeitos coletivos de direitos e de produção de conhecimento. Nesse sentido, e em memória ao massacre de Eldorado do Carajás, será realizada a mesa-redonda com o tema "Reforma Agrária: Garantindo Direitos, respeitando a Vida e os Biomas", que contará com a participação de representantes da sociedade civil.

O Programa Escola da Terra, do Ministério da Educação (MEC), em parceria com as secretarias municipais e estaduais de educação, vai certificar professores da região com o certificado de conclusão do curso.

Sobre o Fórum - O Fórum de Educação do Campo, das Águas e das Florestas do Baixo Amazonas é uma organização da sociedade civil que integra diferentes entidades. O Fórum compõe o Movimento de Educação do Campo e é propositivo, pois apresenta referências para formulação de políticas e práticas; é gestor, uma vez que implementa e faz o controle social de políticas; é formativo dos atores envolvidos com as políticas; é epistemológico porque produz conhecimentos sobre as políticas e práticas; e é reivindicativo, pois mobiliza os atores para o enfrentamento e luta para assegurar direitos.

"A I Ação Popular da Educação do Campo dos Povos das Águas e das Florestas do Baixo Amazonas é uma oportunidade de reunir diferentes sujeitos que lutam por uma educação do campo de qualidade social e de gestão popular na região", conforme informações do fôlder de divulgação do evento.

Confira aqui mais informações e a programação completa.

Comunicação/Ufopa, com informações da coordenação do evento

6/4/2017