Você está aqui: Página Inicial Notícias 2017 Setembro Curso de Farmácia da Ufopa obtém nota 5 no Enade

Curso de Farmácia da Ufopa obtém nota 5 no Enade

Um resultado muito positivo, gerado a partir do empenho coletivo de alunos, técnicos, docentes, direção do Instituto de Saúde Coletiva (Isco) e coordenação do curso, além dos esforços da atual Administração Superior da Ufopa, foi divulgado nesta sexta, 1º de setembro, no Diário Oficial da União.

Alunos do curso superior em Farmácia alcançaram nota 5 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), cujas provas foram aplicadas em 2016 a estudantes que estavam cursando o último ano de Farmácia. O 5 é a nota máxima destinada ao exame.

A excelência do desempenho dos alunos que se submeteram ao Enade está aliada a uma série de fatores, que para o diretor do Isco, Waldiney Pires, se somam a partir da qualificação do corpo docente – na maioria doutores: apoio fundamental dos técnicos que estão espalhados pelos diversos setores do instituto e fora dele, como nos laboratórios; a motivação e empenho dos alunos, principais atores e que justificam a existência da Universidade; e da atual Administração Superior da Ufopa, que sempre entendeu a importância do curso para a região.

“Não podemos esquecer que o curso de Farmácia foi pensado de forma estratégica, levando em conta o fato de o curso estar no coração da Amazônia, e com isso enfatiza o uso de produtos naturais, os serviços com foco na saúde pública e ao desenvolvimento tecnológico. Há uma soma para que esteja dando certo. Fica comprovado que estrutura física não é tudo. O curso não tem estrutura ideal para funcionar, mas alunos mostraram o que, de fato, faz a diferença”, enfatiza Waldiney.

Para a coordenadora do curso de Farmácia, Flávia Garcez da Silva, ao se receber a notícia de uma nota máxima, é difícil não aliá-la à conquista de um trabalho em equipe. “É resultado do empenho dos professores, que são responsáveis pela transmissão de conhecimentos; dos técnicos, responsáveis pelos laboratórios e outros setores; dos alunos, que iniciaram o curso em 2012 e que sempre foram muito dedicados. Nos mostra o quanto absorveram tudo o que foi repassado a eles. Esperamos que seja uma motivação aos outros alunos, porque, apesar das dificuldades de uma instituição pública, nos comprovam que conquistas como esta dependem de um conjunto de fatores, entre eles a dedicação do aluno, aliada às várias possibilidades de trabalho que o curso propõe”, lembra Flávia ao repassar a sensação de dever cumprido.

A reitora da Ufopa, Raimunda Monteiro, explica que as primeiras reuniões que realizou com alunos e professores do curso, para debater a implantação, mostravam um quadro difícil, que ameaçava a exclusão do curso na Universidade. “Hoje fico orgulhosa de ver o resultado do esforço dos alunos, dos técnicos do Isco, dos docentes e da administração institucional, o que fez com que o curso pudesse estar nessas condições. Ainda não temos uma situação totalmente satisfatória, mas com muito empenho os alunos conseguiram alcançar o índice de qualidade. Foi para isso que trabalhamos”.

Farmácia Universitária – O próximo passo, e que será fundamental para aumentar a qualidade do curso de Farmácia na Ufopa, será a inauguração da Farmácia Universitária, que irá se somar ao aparato de laboratórios e dar melhores condições para seu funcionamento.  A inauguração da Farmácia está prevista para este mês de setembro, junto com o Núcleo Tecnológico de Bioativos, que, segundo o diretor do Isco, Waldiney Pires, vai dar um salto ainda maior na qualificação do curso e dos alunos.

Visita do MEC – A nota 5 do Enade irá se somar à nota que será gerada após a avaliação do curso, realizada durante visita técnica de uma equipe do Ministério da Educação (MEC), marcada para novembro deste ano.

“Já fizemos todo o envio da documentação e aguardamos os avaliadores para fazerem o levantamento da parte docente, infraestrutura e outros fatores. Na oportunidade, haverá reunião com docentes, discentes e coordenação do curso. A nota gerada a partir dessa visita é a que se soma com a nota do Enade, quando então teremos a nota geral da avaliação do curso. A expectativa é que possamos continuar com resultados positivos”, ressalta Flávia Garcez.

Histórico – O curso de Farmácia na Ufopa foi implantado em 2011 com foco nas potencialidades da região, com aproveitamento de produtos naturais em meio à biodiversidade regional. Aliado a isto, foi criado o Instituto de Saúde Coletiva para abrigar o curso e reforçar sua implantação de forma efetiva, além de dar suporte a alunos. Foi levada em conta, ainda, a perspectiva do mercado de trabalho, bastante promissor. “Para fazer o curso dar certo, tivemos várias reuniões com a atual reitora, Raimunda Monteiro, e isso deve ser levado em consideração, de que ela e sua equipe de gestão se sensibilizaram das dificuldades do curso e nos deram muito apoio para estruturá-lo”, finaliza Waldiney.

Albanira Coelho – Comunicação/Ufopa

1º/9/2017